MP recomenda que Capim Grosso regularize sua Guarda Municipal

O Ministério Público estadual, por meio do promotor de Justiça Rafael Macedo Coelho Luz Rocha, recomendou ao prefeito do Município de Capim Grosso que regularize o provimento dos cargos de comandante e subcomandante da sua Guarda Municipal, que devem ser preenchidos somente com servidores concursados na carreira. O promotor recomendou ainda que sejam exonerados os atuais ocupantes de comando e subcomando que não sejam servidores de carreira, bem como os guardas municipais efetivo que estejam integrando os quadros e não tenham ingressado por meio de concurso público próprio.

Considerando a possibilidade de que os cargos fiquem vagos, o promotor de Justiça recomendou que a Prefeitura comunique formalmente à classe para que realize o procedimento próprio para indicação da lista a partir da qual serão escolhidos os novos ocupantes dos cargos vagos. No período de transição e até cumprida a elaboração da lista, a Prefeitura poderá nomear chefias interina, desde que ocupadas s somente por servidores concursados e integrantes da Guarda Municipal.

Sofre de azia? Fique longe destes alimentos!

A azia é uma condição que sucede quando o ácido do estômago sobe até ao esôfago e acaba causando atrito com o seu revestimento, irritando-o. É um...

Publicada convocação de 214 professores da Educação Profissional e Tecnológica aprovados em seleção REDA

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) publicou, nesta quarta-feira (28), no Diário Oficial do Estado (DOE), a convocação de 214 professores da Educação Profissional e Tecnológica...

Ministro diz que governo tem adotado medidas para garantir energia

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, voltou a afirmar hoje (28) que o país não corre risco de racionamento de energia ou de um apagão...

Com produção de junho, campo de Atapu vira 6º maior produtor do país

O campo de Atapu, localizado na região do pré-sal da Bacia de Santos, produziu no mês de junho deste ano 111,763 mil barris de óleo equivalente por...