Após solicitação de Anderson Ninho, autoescolas voltam a funcionar em horário normal

As autoescolas de Salvador já podem funcionar no horário normal, das 7h às 22h, como acontecia antes da pandemia da Covid-19. A solicitação feita pelo vereador Anderson Ninho foi atendida nesta sexta-feira (24/09) pelo prefeito Bruno Reis.

“A gente entende que já é o momento de retomar, pois o número de pessoas infectadas com o vírus caiu consideravelmente, assim como a quantidade de pessoas internadas. Então, se há segurança e se os especialistas apontam que o momento é propício, nada mais justo. Mas claro que todas as medidas sanitárias devem ser mantidas”, pontuou.

Anderson Ninho agradeceu também ao presidente da Câmara Municipal de Salvador (CMS), Geraldo Júnior, que “é um parceiro e contribuiu significativamente para essa vitória”.

“O presidente Geraldo Júnior apoiou esse pleito e também está lutando junto comigo em prol da categoria e dos futuros motoristas de Salvador”, acrescentou.

Regulamentação de espaços de treinamentos

O vereador Anderson Ninho (PDT) afirmou, em discurso no plenário da Câmara Municipal de Salvador, na sessão ordinária da última terça-feira (21), que vem lutando pela segurança, saúde e bem-estar de alunos e instrutores de autoescolas. No pronunciamento, ele saiu em defesa da regulamentação de espaços de treinamentos.
Conforme o vereador, no dia 15, ele se reuniu no auditório do Bahia Center, anexo da Câmara, com o presidente do Sindicato das Autoescolas e Centro de Formação de Condutores do Estado da Bahia (Sindauto), Wellington de Oliveira, além de empresários e instrutores.

“Nós já verificamos junto aos vereadores Anderson Ninho e Geraldo Júnior (MDB) alguns locais com viabilidade e acreditamos que avançaremos nessa conquista, pois nossa categoria é carente em oferecer uma aula de qualidade em um local próprio autorizado pela Prefeitura de Salvador”, disse Wellington de Oliveira.

A reunião foi solicitada pelo Sindauto, empresários e instrutores. Anderson Ninho é instrutor teórico e prático de autoescola com experiência de mais de 10 anos. Além de representante da categoria, tem como bandeira de luta a educação no trânsito.

“É importante valorizar essa categoria de extrema importância para a sociedade. Eu sou instrutor de autoescola e defendo melhores condições de trabalho, sobretudo uma reparação com os donos e instrutores de autoescolas que sofrem com a pandemia da Covid-19 e precisam de uma melhor estrutura”, afirmou Anderson Ninho.

Últimas Noticias