MP realiza inspeção remota na Escola Municipal de Paripe

O Ministério Público estadual, por meio do programa ‘Saúde + Educação’, realizou uma inspeção remota na Escola Municipal de Paripe na última quinta-feira (30). Na ocasião, a promotora de Justiça Adelina de Cássia Bastos Oliveira Carvalho solicitou informações acerca das atividades pedagógicas desenvolvidas na unidade de ensino durante a pandemia do coronavírus. A visita virtual foi acompanhada pela diretora da escola Alcione de Assunção Silva Castro. Entre os problemas verificados na escola, que possui atualmente 1.559 alunos, estão a ausência de equipamentos de informática para serem utilizados pelos professores e alunos e a presença de apenas três Auxiliares de Desenvolvimento Infantil (ADIs) para atenderem 56 crianças com necessidades especiais matriculadas na unidade de ensino.

Segundo a promotora de Justiça Adelina de Cássia Bastos, foram desenvolvidas atividades pedagógicas durante a pandemia, nas modalidades remota e híbrida. “Houve baixa adesão dos alunos ao modelo de ensino híbrido. Atualmente menos de 30% dos alunos estão frequentando presencialmente as aulas”, destacou a promotora de Justiça. A visita virtual foi realizada por meio do programa institucional ‘Saúde + Educação’, com o apoio do Centro de Apoio Operacional da Educação (Ceduc) e Centro de Apoio Operacional da Saúde (Cesau). Também foram discutidos aspectos relacionados ao aprimoramento da qualidade do ensino ofertado. O programa ‘Saúde + Educação’ foi desenvolvido pelo MP com o objetivo de contribuir para o exercício do papel ministerial de fiscalização de dois setores vitais da sociedade, a fim de efetivar os direitos de cidadania de crianças, adolescentes e enfermos, contribuindo para a prestação de serviços públicos de qualidade nas áreas de educação e saúde.

Últimas Noticias