Professora tenta há quase 1 ano fazer exame e Planserv não cumpre liminar

A professora aposentada Maria de Fátima Fernandes Borba entrou na justiça contra o Planserv (Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais) para conseguir realizar um exame de “mamatomia guiada por mamografia calcificações pleomorficas”. Ela conseguiu uma liminar há quase um ano. Porém, a empresa não cumpre, apesar do relatório médico solicitar urgência. Fátima pede que a juíza responsável pelo caso, Angela Bacelar, mande o plano cumprir a ordem.

“Em pleno mês da Campanha de prevenção de Câncer de mama, o Outubro Rosa, esse transtorno, essa triste situação, onde o caso vem sendo empurrado com a barriga”, desabafou Fátima.

A usuária do Planserv acredita que juíza poderia “promover o sequestro do valor referente ao exame”.

“Foram despachados vários pedidos de cumprimento da liminar, sem resolver o problema. Com isso, sempre dando mais prazo para o réu cumprir. Esse processo virou uma brincadeira que pode que pode acabar num final trágico. E trata-se de um exame exclusivo, que apenas uma clínica em Salvador faz”, finaliza Fátima.

Últimas Noticias