Denúncia anônima: Madeira nativa da Mata Atlântica é apreendida pelo Inema em Jequié

Na última segunda-feira (11/10), o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), através do Posto Avançado de Jequié, realizou a apreensão de 7,64 m3 de madeira sem documentação comprobatória de origem. O órgão recebeu denúncia anônima informando sobre um veículo que trafegava na cidade transportando madeira serrada e logo mobilizou uma equipe de fiscalização.

Os técnicos conseguiram interceptar o veículo em processo de descarga em uma madeireira local. Toda carga foi apreendida pelo Instituto. A madeira é nativa da Mata Atlântica e o Inema está apurando o local exato da retirada. Entre as espécies, foram identificadas: Jequitibá, Pau D’arco, Pau Alho e Pau Sangue.

“Essa ação só demonstra a eficácia que os canais de denúncia do Instituto possui junto à sociedade. Temos reforçado sempre em nossas redes de comunicação a importância de a comunidade manter esse compromisso de denunciar os crimes ambientais ao Inema, como órgão fiscalizador, a fim de que as operações aconteçam de forma oportuna e sem colocar ninguém em risco, tendo em vista que as denúncias normalmente acontecem de forma anônima”, salientou o especialista em meio ambiente e fiscalização do Posto Avançado de Jequié, Samuel Sampaio.

Crime Ambiental – Receber ou adquirir, para fins comerciais ou industriais, madeira, lenha, carvão e outros produtos de origem vegetal, sem exigir a exibição de licença do vendedor, outorgada pela autoridade competente, e sem munir-se da via que deverá acompanhar o produto até final beneficiamento é crime ambiental prevista na Lei dos Crimes Ambientais, com previsão de detenção de seis meses a um ano, e multa.

O cidadão que deseja registrar denúncias de crimes ambientais deve entrar em contato com o Disque Denúncia do Inema pelo número 0800 071 1400 ou através do e-mail: denuncia@inema.ba.gov.br.

Últimas Noticias