Operação Unum Corpus prendeu mais 30 envolvidos com homicídios na Bahia

A segunda fase da Operação Unum Corpus, deflagrada pelo Departamento de Polícia do Interior (Depin), mais uma vez reuniu policiais das mais de 400 unidades, das 26 Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpins) da Polícia Civil e retirou das ruas suspeitos de diversos crimes. Entre os presos, 33 são envolvidos com homicídios, marcando 50% das 65 prisões realizadas.

A diretora do Depin, delegada Rogéria Araújo, destacou a importância das prisões de envolvidos com homicídios. “A prisão de suspeitos destes crimes, além de retirá-los do convívio social, proporciona a possível elucidação de crimes violentos letais intencionais. Isso é um dos resultados mais relevantes dentro da Operação Unum Corpus”, destacou.

Durante as ações também foram apreendidas 11 armas de fogo e mais de sete quilos de entorpecentes, entre cocaína, maconha e crack, além de balanças de precisão e outros materiais utilizados no tráfico de drogas. Mais de 29 mandados de busca e apreensão foram cumpridos e entre as 65 prisões, 18 foram em flagrante.

A diretora do Depin declarou que a afinação entre as equipes foi um dos grandes motivadores para o sucesso da operação. “Aqui na Polícia Civil, acreditamos que somos um só corpo. Por isso, estamos cada vez mais coordenados no sentido de trocar informações importantes entre as Coorpins e as Delegacias Territoriais, o que sempre aumenta o número de mandados cumpridos e, consequentemente, de criminosos retirados das ruas”, afirmou.

Últimas Noticias