“A Bahia não é terra da tirania”, dispara deputado Jacó ao repudiar truculência de Silvio Correia contra Informe Baiano

O deputado estadual e presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alba, Jacó (PT), emitiu uma dura nota de repúdio contra o presidente da Câmara de Vereadores de Candeias, Silvio Correia, que atacou, ameaçou e tentou intimar o Informe Baiano. O político exigiu que o site apagasse reportagens que o contrariam.

Jacó classificou as ameaças como injustificáveis e ratificou que “a Bahia não é terra da tirania e não pode se curvar aos gritos, à truculência e manifestações armadas de quem explicitamente não sabe conviver com a democracia e nem com a liberdade de imprensa”. Leia abaixo o comunicado:

NOTA DE REPÚDIO

O mandato do deputado estadual Jacó (PT) se solidariza com o jornalista Ramon Margiolle, editor do site Informe Baiano, e com o responsável pela área de TI do veículo, Carlos Júnior, após as injustificáveis ameaças de ordem do presidente da Câmara de Vereadores de Candeias.

A Bahia não é terra da tirania e não pode se curvar aos gritos, à truculência e manifestações armadas de quem explicitamente não sabe conviver com a democracia e nem com a liberdade de imprensa.

Na condição de cidadão baiano, deputado estadual e presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alba, repudio a atitude do vereador e junto-me às entidades em defesa dos jornalistas – Sinjorba, ABI e Fenaj – para que não apenas este, mas outros casos de intimidação à categoria sejam denunciados e apurados, e os autores, devidamente responsabilizados.

Deputado estadual Jacó Lula da Silva (PT)

Últimas Noticias