Vereador Suíca cria projeto antimachista que oferece escuta para homens

Alvo de grandes debates e enfrentamento, o machismo é causa da manutenção do domínio masculino e perpetuação da violência doméstica. Pensando nisso, o vereador de Salvador Luiz Carlos Suíca (PT) propõe a criação de uma linha telefônica gratuita para escuta de homens. A iniciativa é orientá-los sobre masculinidades e temas correlatos, contribuindo na formação e minimizar, cada vez mais, as práticas de violência doméstica, que aumentaram substancialmente durante a pandemia.

“A covid-19 impôs à população a necessidade de distanciamento social, o que consequentemente aumentou o tempo de exposição das vítimas aos agressores, além da dificuldade de realizar denúncias, já que os agressores estariam frequentemente em casa”, aponta o texto de indicação do edil petista. O projeto destaca que não deseja tornar os homens vítimas ou desresponsabilizá-los de atos violentos, que comentam contra uma mulher.

“O projeto vem para somar e reforçar as políticas públicas voltadas às mulheres já existentes, integrada a uma abordagem pedagógica, com o intuito de prevenir a violência sexista por meio da compreensão e da atenção às suas causas”, aponta. As violências de gênero são reconhecidas mundialmente como problema de saúde pública. A principal causa é o machismo estrutural e institucional, que ocasionam sofrimento psíquico às vítimas como depressão, ansiedade, fobias, transtorno pós-traumático, problemas alimentares, aumento nas taxas de suicídio e feminicídio.

Últimas Noticias