MC Pitbull da Firma tem túmulo violado e caixão incendiado

O cantor de brega-funk João Vitor da Silva de Amorim, conhecido como MC Pitbull da Firma, que foi assassinado no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, teve o caixão com o corpo desenterrado e incendiado, um dia após o assassinato, ocorrido no domingo (24/10). O caso está sendo investigado pela 14ª Delegacia de Polícia.

De acordo com o G1, os motivos do crime não foram divulgados “para não comprometer os trabalhos”. Por meio de nota, a prefeitura de Recife informou que a violação do túmulo do cantor de funk ocorreu nesta segunda-feira (25/10). O caso aconteceu no Cemitério São José, no Centro do município. “Será instaurado inquérito policial para averiguar o caso, que é considerado um crime bárbaro e de violência gratuita”, afirmou a prefeitura, no comunicado. MC Pitbull da Firma foi morto a tiros, em Gaibu, praia do Cabo de Santo Agostinho.

Últimas Noticias