Onça-parda é morta por caçadores no interior do Ceará e exibida como troféu

Uma onça-parda (Puma concolor ou Suçuarana), considerada o segundo maior felino das Américas, atrás apenas da onça-pintada, foi morta por caçadores na cidade de Tarrafas, na região Centro-Sul do Ceará. O crime ambiental, foi ocorrido em uma localidade chamada Serra Verde. Os moradores da região exibiram o animal como troféu nas redes sociais.

O caso foi relatado anonimamente, na manhã desta quarta-feira (03/11), a Organização Não-Governamental Biodiverse, de Crato, que atua em pesquisa e ações de defesa e proteção da fauna e flora silvestre. Os protetores animais da ONG denunciaram o crime ao Ministério Público, ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e ao Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMA) de Juazeiro do Norte.

Os autores já foram identificados e estão sendo procurados. Além de matar, os caçadores comeram o felino. A prática é frequente na Serra Verde.

No Instagram, diversas pessoas lembraram que matar, perseguir, caçar ou apanhar espécimes da fauna silvestre sem permissão, licença ou autorização é crime com pena de seis meses a um ano de detenção e multa.

Últimas Noticias

Cobra é encontrada em árvore de Natal e assusta família

Uma cobra foi encontrada em uma árvore de natal na cidade de Adelaide, na Austrália Meridional. De acordo com...