Mulheres assistidas pelos CRAS de Lauro de Freitas aprendem a fazer trufas durante oficina

Das mãos habilidosas de Daniela Santos são feitas diariamente algum tipo de doce, mas a dona de casa, moradora do bairro de Vila Praiana em Lauro de Freitas, aprendeu nesta sexta-feira (05), a fazer trufas. “Faço doces com coco, mas trufa ainda não sabia fazer, agora vou colocar em prática e ganhar dinheiro com isso”, disse animada, ela que aprendeu a técnica do bombom durante a Oficina de Trufas fomentada pelo Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (DESAN), da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdesc).

De acordo com a assessora técnica e nutricionista do DESAN, Sheila Dionísio, a oficina foi dividida em dois dias (nesta quinta e sexta-feira), para 31 mulheres assistidas pelos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS). “As aulas tiveram parte teórica e prática. O objetivo principal da iniciativa é gerar renda para as participantes. Além da confecção, elas receberam dicas de comercialização e precificação. Os estudantes da Unime também colaboraram passando informações sobre a forma adequada de manipulação dos alimentos para evitar contaminação e uma confeiteira profissional ensinou a confecção do doce”, explicou.

Nesta primeira edição participaram as assistidas do CRAS de Portão e Itinga I. Na própria unidade as interessadas pelas oficinas realizam as inscrições para participar. A oficina tem a carga horária de 04 horas aula e no final os participantes recebem certificado de conclusão. “Nós queremos justamente atender pessoas em vulnerabilidade social. Já fizemos oficinas para orientação de como melhorar a alimentação, mas com o intuito de gerar renda essa foi a primeira”, informou Sheila.

Últimas Noticias