Irará: hospital atua sem enfermeiro e prefeitura é notificada

A Prefeitura de Irará foi notificada pelo Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA) e vence no dia 25 de novembro o prazo dado para manter um profissional com o objetivo de realizar a gestão da assistência de enfermagem, além de executar as atividades privativas da categoria no Hospital e Maternidade Dr. Deraldo Miranda.

Em 25 de outubro, o Conselho esteve no município para apurar denúncias de irregularidades na unidade de saúde. O mesmo prazo foi dado para que o representante da unidade hospitalar adeque e encaminhe a escala do serviço de Enfermagem por setor e por categoria profissional. O documento relata que é necessário afixar o documento em local visível, com período de abrangência e assinatura do enfermeiro responsável.

O Coren-BA ainda solicita que sejam identificados os registros relativos à assistência em Enfermagem de forma adequada. Durante a vistoria, a fiscalização identificou algumas irregularidades relacionadas a ausência de enfermeiro, inexistência e inadequação de documentos relacionados ao gerenciamento dos processos de trabalho do serviço de Enfermagem, inexistência e inadequação dos registros relativos à assistência de Enfermagem e subdimensionamento de pessoal.

A Prefeitura de Irará tem mais 30 dias para elaborar ou adequar o regimento interno do serviço de Enfermagem às normas e rotinas, protocolos e procedimento operacional padrão (POP).

Últimas Noticias

Cobra é encontrada em árvore de Natal e assusta família

Uma cobra foi encontrada em uma árvore de natal na cidade de Adelaide, na Austrália Meridional. De acordo com...