Idoso de 98 anos que matou homem no Dois de Julho ficará em prisão domiciliar

Crime ocorreu em agosto deste ano, no Largo Dois de Julho. Idoso deve permanecer em prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica

Uma equipe da 3ª Delegacia de Homicídios (DH/BTS) cumpriu, na manhã desta quinta-feira (11), mandados prisão domiciliar, busca e apreensão, expedidos contra o idoso investigado como autor da morte de Welton Lopes Costa, ocorrida em agosto deste ano, no Largo Dois de Julho.

O homem de 98 anos estava na casa de familiares, na Ilha de Vera Cruz. O coordenador da 3ª DH/BTS, delegado Oscar Vieira, explicou que o idoso vai permanecer sendo monitorado por tornozeleira eletrônica. “No curso da investigação, coletamos informações de que ele tem um histórico de ações violentas, portanto solicitamos essas medidas cautelares”, informou o delegado.

A ação contou com o apoio de policiais da 24ª Delegacia Territorial (DT/Vera Cruz), além da 18ª DT/Itaparica. As equipes ainda realizaram buscas com o objetivo de apreender a arma do crime, que ainda não foi localizada.

O coordenador da BTS também acrescentou que o inquérito do caso deve ser concluído nas próximas semanas. “Estamos finalizando o procedimento para encaminhar ao Judiciário”, concluiu Oscar.

Últimas Noticias

Uso de cartões cresceu cerca de 22% na Black Friday

Compras com cartões de crédito, débito e pré-pago podem ter superado R$ 28 bilhões na Black Friday deste ano...