Dr. Pitágoras e Ana Paula Matos participam de evento internacional de cidades inteligentes

Energia, meio ambiente, tecnologia, governança e economia estão entre os tópicos principais de debate na Smart City Expo World Congress, principal evento internacional para o setor de cidade inteligente, que segue até o dia 19 de novembro em Barcelona, na Espanha. A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) está representada no evento com uma delegação que exibirá pautas e demandas de interesse dos municípios. Da Bahia, estão presentes o prefeito de Candeias, Dr. Pitágoras, e a vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos.

O gestor do município da região metropolitana de Salvador afirmou que seu “principal objetivo é colocar Candeias na rota das cidades inteligentes, abrindo novas oportunidades para o povo candeense e sempre buscando o que tem de melhor para nossa cidade”.

O congresso é considerado um ponto de encontro importante para especialistas e líderes das cidades mais inovadoras do mundo, empresas, centros de pesquisa e organizações internacionais. Neste ano, devido à pandemia, o evento acontece de forma híbrida e reúne especialistas internacionais para compartilhar ideias e aprender as melhores práticas para um mundo urbano mais sustentável.

O chefe da delegação da FNP na Smart City, Miguel Coelho, prefeito de Petrolina/PE e secretário-geral da entidade, agradeceu a oportunidade de poder representar médias e grandes cidades em Barcelona. Ele afirmou que os governantes estão prontos para fazer a diferença.

“Temos aqui uma delegação de prefeitos e vices que representam a vontade de fazer negócios e o comprometimento de poder transformar nossas cidades. Por consequência, queremos ajudar a transformar nosso Brasil a enfrentar as graves crises atravessa. Mas com muito trabalho, vamos conseguir superá-las”, disse.

Agenda

A agenda da delegação nesta segunda-feira, 15, incluiu ainda visitas técnicas à prefeitura de Barcelona, onde foram recebidos pela equipe da prefeitura; à Superilla Sant Antoni, para conhecerem a urbanização de espaço público em uma superquadra; e aos projetos Barcelona 22@ e Barcelona Activa. Para o dia 19, está prevista uma visita ao Ecoparc 2, usina de tratamento de resíduos sólidos. As visitas técnicas ajudam governantes a entender como funcionam projetos e iniciativas em outras cidades e países para adaptá-los à realidade local.

A Smart City também conta com palestras e painéis voltados para os participantes. Nesta terça-feira, 16, o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, falou “Como acelerar a transição verde”. O Brasil foi representado, ainda, por Praskevi Bessa-Rodrigues, secretária de Desenvolvimento Econômico (Novo Hamburgo-Brasil), na mesa “Pequenas empresas que promovem recuperações locais”, e por Malu Molina, assessora especial em Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade da cidade de São Paulo, no painel “Ficando à frente do próximo desafio social”.

Estão previstas ainda para os outros dias a participação do vice-prefeito de Curitiba/PR, Eduardo Pimentel, no painel “Definindo o que há de mais recente em infraestruturas verdes e azuis” e da vice-prefeita de Salvador/BA, Ana Paula Matos, falando sobre “Visões em direção à justiça social e ambiental”.

Para o dia 17, está marcada a apresentação dos vencedores em duas premiações, com brasileiros como finalistas. Belo Horizonte/MG com o Projeto S.M.A.R.T. City pelo Prêmio Cidade, concedido às cidades por estratégias globais desenvolvidas combinando projetos, iniciativas e implementações de políticas para seus cidadãos; e Curitiba/PR com o Plano de Recuperação Econômica pelo Prêmio de Recuperação Inovadora, voltado para projetos com potencial de contribuir para a transformação, adaptação ou resposta de nossas cidades à pandemia.

Últimas Noticias