Homem acusado de matar ex grávida para namorada não descobrir traição

Uma jovem de 22 anos foi encontrada morta na zona rural de Bandeirantes (PR), a cerca de 400 km de Curitiba, na segunda-feira (15/11). Ela estava grávida e a suspeita é de o autor do crime seja seu ex-namorado, que está foragido.

De acordo com o jornal O Globo, Larin Kathleen Oliveira da Silva estava desaparecida desde a última sexta-feira (12/11). A Justiça do Paraná emitiu um mandado de prisão preventiva contra seu ex, Fernando Amaro de Oliveira, principal suspeito do crime, que é tratado pela Polícia Civil como feminicídio.

Ainda de acordo com o jornal, horas após o desaparecimento da vítima, Fernando estaria em uma festa com a atual namorada, na madrugada de sábado (13/11). É possível que Larin já estivesse morta naquele momento, dado o estado de seu corpo quando foi encontrado na segunda.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Michel Araújo, a vítima teria engravidado de Fernando há cerca de 4 meses, em um encontro casual, quando o namoro deles já havia terminado e ele já estava em outro relacionamento. O homem não queria o nascimento do filho e queria que Larin abortasse.

Ela teria se recusado a abortar e dito ao suposto pai da criança que teria o filho, independentemente da vontade do ex. Larin desapareceu na sexta, por volta das 19h. Seu corpo foi encontrado na segunda, já em estado avançado de decomposição.

Ainda segundo o delegado, até o momento, Fernando é o único suspeito, porém a polícia não descarta que ele tenha contado com a ajuda de uma segunda pessoa. Sua atual namorada ainda será ouvida, porém ela nega o envolvimento.

Últimas Noticias