Briga de motorista com motoboy que viralizou nas redes termina com mais confusão

Uma briga entre um motorista e um motoboy, no domingo (21/11), em Campinas, no estado de São Paulo, viralizou nas redes sociais. Uma mulher registrou as cenas lamentáveis e compartilhou. A ocorrência foi na Avenida Almeida Garret, no bairro Parque Taquaral.

A confusão iniciou por causa de uma “fechada” e os dois discutiram no trânsito. As pessoas começaram a buzinar. Quando a situação parecia que iria acabar e o motociclista do veículo Mitsubishi Pajero já estava indo embora, ocorreu a primeira agressão física. O motoboy jogou um capacete no rosto do motorista. Em seguida, tentou fugir, mas foi alcançado.

Enfurecido, o motorista do carro atingiu a moto e condutor caiu, mas não ficou ferido. Depois, o motorista continua perseguindo o motociclista e tenta atropelá-lo novamente por várias oportunidades. Em uma das tentativas, o homem bate o carro em um poste e volta de ré para atingir o rapaz.

Na sequência, o motorista desce do carro e os dois entram em luta corporal. Outro motoboy que passava pelo local no momento da briga foi atrás do homem para tirar satisfação e também foi perseguido. O segundo motoboy, identificado como Wagner Sperancini, contou à TV Globo que o motorista “veio me perseguindo, eu pulei canteiro, eu me escondi atrás de árvore. Ele tentou me matar umas cinco ou seis vezes”.

Sperancini disse também que outros motociclistas se juntaram a ele para ajudar e a perseguição continuou pelas ruas do bairro. Neste momento, apareceu outro automóvel, um veículo modelo Toyota Hilux, e atingiu um terceiro motoboy, que, de acordo com testemunhas, estava parado aguardando para fazer uma entrega e não tinha envolvimento com a confusão.

O motociclista de 36 anos foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros com fraturas em vários locais do corpo e encaminhado ao Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp. Moradores do bairro registraram o momento do resgate.

A moto da vítima ficou destruída. O caso foi registrado no 4º Distrito Policial como tentativa de homicídio. A Polícia Civil vai investigar o motivo que deu início à discussão. Os motoristas ainda não foram localizados. O primeiro motociclista atingido, que foi quem discutiu com o condutor da Pajero, não teve ferimentos.

Últimas Noticias