Evento sobre criptomoedas fomenta turismo de negócios na Bahia

Disseminar informações sobre o mercado de criptomoedas, as moedas digitais negociadas diretamente pela internet, sem conexão com o sistema financeiro tradicional. Esse foi o objetivo do 1° Start Cripto Norte-Nordeste, realizado neste sábado (27), no Centro de Convenções, na orla da Boca do Rio, em Salvador. O evento reuniu mais de 300 participantes entre especialistas, investidores e estudantes de economia, e teve o apoio da Secretaria de Turismo da Bahia (Setur-BA).

Presente no encontro, o titular da Setur-BA, Maurício Bacelar, falou sobre as ações do órgão na atração de eventos para a Bahia. “Fechamos parcerias com diversos segmentos e ajudamos na promoção, para fomentar o turismo de negócios no estado. No encontro de hoje, acompanhamos a discussão sobre um tema bem atual, que é a moeda eletrônica e seu impacto na economia”.

Atualmente, existem milhares de criptomoedas no mundo, sendo o bitcoin a mais conhecida e negociada. A valorização depende de alguns fatores, como o movimento na oferta e procura e a aceitação do mercado.

Segundo o coordenador do Start Cripto, David Costa, as transações com moeda digital são seguras e rastreáveis, mas o investidor precisa estar bem informado sobre como elas funcionam. “Na criptoeconomia, as movimentações financeiras seguem uma normativa da Receita Federal. A criptomoeda é considerada um bem e é passível de declaração no imposto de renda”, explicou Costa.

Ainda de acordo com o empresário, que investe em criptoativos há 12 anos, em 2020 a Receita Federal arrecadou uma média de R$ 8 bilhões mensais com esse tipo de transação. Esse ano, a arrecadação mensal subiu para R$ 18 bilhões, o que demonstra o crescimento exponencial do mercado.

Últimas Noticias

Ação rápida da PM recupera armas furtadas da agência do Bradesco de Dias D’Ávila

Uma ação rápida da Polícia Militar recuperou, na madrugada deste domingo (14), armas que foram furtadas da agência do...