Prefeito anuncia que Salvador não terá Festival da Virada esse ano

“Sei da importância do evento para economia da nossa cidade, mas seguimos colocando a vida das pessoas em primeiro lugar”

A capital baiana não terá o Festival Virada Salvador, festejo público de Réveillon promovido pela Prefeitura, neste ano de 2021. O anúncio foi realizado pelo prefeito Bruno Reis nesta segunda-feira (29), durante a inauguração da sede do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no bairro de Castelo Branco.

De acordo com o prefeito, mesmo com o avanço da vacinação, o cenário de incertezas provocado neste momento pela Covid-19 levou à conclusão de que não há como realizar o Festival da Virada este ano, um evento para mais de 250 mil pessoas/dia, com segurança sanitária aos cidadãos.

“Sempre disse que íamos avaliar o que está acontecendo no Brasil e no mundo, como a pandemia está se comportando em lugares com índices diferentes de vacinação. No entanto, chegamos ao limite da decisão para o Réveillon e nós acreditamos que, diante de tudo o que estamos vendo, não é o momento de colocar em risco tudo o que construímos até aqui, sempre colocando a vida das pessoas em primeiro lugar. Fizemos um esforço grande para que Salvador chegasse aqui servindo de referência até mesmo para outras cidades, com uma série de medidas que foram copiadas Brasil afora, tanto de isolamento social, de flexibilização e de estratégia para avançar na vacinação”, salientou Bruno Reis.

O chefe do Executivo municipal ressaltou que Salvador apresenta hoje 91% de pessoas vacinadas acima de 12 anos com a primeira dose e 81% com a segunda dose acima de 18 anos. Neste momento, a capital baiana está imunizando, inclusive, pessoas de outras cidades, e com a 3ª dose todos acima de 18 anos.

Sobre o Carnaval, o prefeito declarou que a decisão ainda será tomada em conjunto entre a Prefeitura e o Governo do Estado, considerando toda a segurança e cautela e será anunciada assim que possível, considerando o cenário atual da Covid-19.

Últimas Noticias