Salvador reforça assistência social com novo Cras em Castelo Branco

Os cidadãos em situação de vulnerabilidade social em Salvador ganharam uma nova estrutura de apoio, instalada pela Prefeitura. O Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Castelo Branco foi entregue nesta segunda-feira (29), na Via Castelo Branco, 116, pelo prefeito Bruno Reis e o secretário de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esporte e Lazer (Sempre), Kiki Bispo.

O Cras Castelo Branco reforça o atendimento na área de assistência social na cidade para ajudar a população de baixa renda, principalmente neste período de enfrentamento à Covid-19. Com uma sede moderna, ampla e acessível, a unidade está situada em um local de fácil localização e, para a instalação do serviço, o imóvel passou por requalificação estrutural com reforma elétrica e hidráulica, colocação de divisórias, novos mobiliários e equipamentos, dentre outras melhorias.

O prefeito destacou que a inauguração deste Cras acontece em um momento em que todas as ações da Prefeitura se configuram em enfrentar os diversos efeitos colaterais da pandemia, principalmente na área social. “A pandemia gerou um número crescente de pessoas em situação delicada em todo o país. Com isso também se abriu uma janela de oportunidades para a inclusão de mais famílias no Auxílio Brasil que, se não resolve o problema completamente, ao menos ameniza e dá à família a possibilidade de encontrar novos caminhos”.

O chefe do Executivo municipal também lembrou que a unidade tem histórico de apoio às famílias mais necessitadas dos bairros mais distantes da cidade. “É aqui que os vínculos familiares são fortalecidos, para que as famílias possam viver em harmonia e enfrentar os grandes problemas que temos que conviver no dia a dia”, completou Bruno Reis.

Equipamento – A estrutura tem capacidade para atender 5 mil famílias referenciadas, moradoras da localidade e também dos bairros vizinhos, como Águas Claras e Cajazeiras II, IV, VI e XI. O funcionamento será de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, oferecendo atendimentos individuais e coletivos, visitas domiciliares e institucionais e encaminhamentos à rede socioassistencial e oferta de benefícios eventuais.

O espaço possui dois andares com quatro salas de atendimento, uma sala de coordenação, duas salas multiuso, sala para atendimento do Cadastro Único, três sanitários, sendo um acessível, além de almoxarifado, copa, recepção e brinquedoteca. O público-alvo é formado por famílias e beneficiários do programa Bolsa Família/Auxílio Brasil; que estejam em situação de extrema pobreza e pobreza; sofrendo privação (com ausência de renda ou acesso precário ou nulo aos serviços públicos); e/ou com fragilização de vínculos afetivos (discriminação etária, étnica, de gênero ou por deficiência).

As atividades desenvolvidas englobam reuniões, ações comunitárias e campanhas socioeducativas, além de oficinas de convivência e de trabalho socioeducativo. Também são promovidos incentivos à geração de trabalho e renda, através de capacitação e intermediação de mão de obra, assim como a articulação e fortalecimento de grupos sociais locais.

No local, os cidadãos podem ter acesso, ainda, a orientações e encaminhamentos para benefícios sociais, como o Benefício de Prestação Continuada (BPC), Bolsa Família/Auxílio Brasil, Carteira do Idoso e Benefício Eventual, dentre outros. O local também servirá como posto do Cadastro Único (CadÚnico).

O titular da Sempre, Kiki Bispo, ressaltou a importância da nova estrutura para ampliar a assistência social em Salvador. “O Cras é a porta de entrada para as pessoas em estado de vulnerabilidade. Hoje temos 28 unidades e estamos fazendo uma série de requalificações, buscando dar comodidade, humanidade e segurança, sobretudo neste período de pandemia. Portanto, Salvador continua investindo, seja em infraestrutura, seja em ampliação da capacidade de cadastramento, melhorando os equipamentos para fornecer às pessoas uma estrutura condizente com a necessidade do momento”.

Rede Cras – Além de Castelo Branco, as unidades do Cras em Salvador estão situadas em Brotas, Bairro da Paz, Boca do Rio, Cajazeiras, Calabetão, Centro Histórico, Engomadeira, Fazenda Grande do Retiro, Federação, Ilha de Bom Jesus dos Passos, Ilha de Maré, Itapagipe, Itapuã, Lagoa da Paixão, Liberdade, Lobato, Mata Escura, Nordeste, Nova Esperança (Ceasa), Paripe, Parque São Bartolomeu, Parque São Cristóvão, Pau da Lima, Plataforma, São Cristóvão, Tancredo Neves (Narandiba) e Valéria.

Onze Centros de Referência já passaram por um processo de requalificação promovido pela Prefeitura, como parte da primeira etapa do programa Salvador Social, com financiamento do Banco Mundial (Bird). O objetivo foi de aperfeiçoar a estrutura organizacional na área de assistência social, a fim de assegurar sustentabilidade da oferta de benefícios e serviços, estruturar e adequar a rede de proteção social básica (Cras e conveniadas) e os postos de atendimento do Cadastro Único, melhorando, ainda, a gestão desse instrumento para assegurar a identificação da população vulnerável, tornando-o base para a formulação de políticas sociais.

Conceito – O Centro de Referência de Assistência Social é uma unidade pública de atendimento gratuito à população em situação de vulnerabilidade social onde são oferecidos os serviços de assistência social. Tem como objetivo promover a proteção social básica e desenvolver ações com famílias e indivíduos, além de fortalecer vínculos familiares e comunitários, evitando que as famílias tenham seus direitos violados e possibilitando a superação de condições de vulnerabilidade.

O objetivo é desenvolver as ações do Programa de Atenção Integral à Família (Paif), através de serviços de acolhimento, acompanhamento sociofamiliar, atividades socioeducativas com famílias no contexto comunitário, com vistas à orientação e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários.

Últimas Noticias

Polícia Militar entrega alimento e roupa a famílias atingidas pela chuva em Vitória da Conquista

A Polícia Militar, por meio da Patrulha Solidária, entregou 400 cestas básicas, 300 frangos e mais de 2.000 peças...