Sanguessuga é encontrada em garganta de criança

Um médico foi surpreendido após analisar uma tosse insistente em uma criança de três anos no Quênia. O profissional da saúde viralizou ao relatar a história nas redes sociais.

Jason Brotherton é norte-americano, mas está no país africano há seis anos e publicou a história em seu Twitter junto da foto da sanguessuga.

“Antes do dia de hoje [22 de novembro], me sentia bastante confiante em afirmar que já havia encontrado a maioria das causas de anemia em crianças até que isso foi retirado do esôfago superior de uma criança de 3 anos”, escreveu o médico. “Essa sanguessuga já estava se alimentando há um tempo.”

Conforme a foto publicada pelo médico, o parasita mede 6 centímetros e estaria no interior da criança há algum tempo.

“Imagino que a sanguessuga foi ingerida há vários meses. Primeiro o paciente apresentou sangramento nasal, o que evoluiu para 3 meses de tosse. Ele finalmente tossiu com tanta força que a mãe percebeu que havia algo no fundo da garganta e o levou ao hospital. A sanguessuga precisou ser removida por endoscopia porque estava presa na parede do esôfago”, relatou.

O médico disse que após a retirada da sanguessuga da garganta da menina foi constatado que a criança tinha anemia

“O ácido no estômago teria matado a sanguessuga, mas ela conseguiu sobreviver tanto tempo por ter ficado nas vias superiores. Pessoalmente, nunca tinha visto um caso como esse antes”, escreveu.

Últimas Noticias

Cinco dicas para criar um escritório compacto em casa

A possibilidade de trabalhar em casa, seja em uma escrivaninha no quarto ou em uma mesa na sala de...