Bolsa Esporte: Governo baiano lança segundo edital do programa

O Governo da Bahia está disponibilizando mais R$ 465 mil para o Bolsa Esporte, num investimento em apoio direto aos atletas baianos. O edital 02/2021, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta sexta-feira (10), e que trata da seleção, deve beneficiar mais 51 atletas distribuídos entre as categorias Internacional, Nacional e Talento Esportivo. O edital e seus anexos já se encontram disponíveis no site da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

Pela primeira vez, em sete edições, o programa Bolsa Esporte oferece dois chamamentos públicos no mesmo ano. Os atletas beneficiados terão bolsa de até R$ 2 mil por mês para atletas e atletas do paradesporto baianos radicados no estado, desde a iniciação até o alto rendimento. O incentivo financeiro e técnico é concedido, mensalmente, pelo prazo de um ano, podendo ser renovado por igual período.

Ao todo, são 37 modalidades olímpicas e 21 paralímpicas atendidas pelo edital, além de mais 25 classificadas como modalidades reconhecidas e vinculadas. Contempla, portanto amplo leque de modalidades esportivas.

“A Sudesb está fazendo um aporte de mais R$ 265 mil neste segundo edital, que se somam aos 244 mil reais que ficaram de saldo do primeiro chamamento público, por não preenchimento de todas as vagas disponibilizadas. Assim, totalizamos, neste segundo, mais de 400 mil reais, uma ampliação que irá gerar mais oportunidade para os atletas não contemplados no primeiro edital”, ressalta Vicente Neto, diretor-geral da Sudesb, que conta com a parceria da Coordenação Estadual de Esporte para fazer a gestão do programa.

O titular da Sudesb também destaca que o Edital 2 possibilita 30 dias para que o atleta apresente a sua proposta – 13 de janeiro de 2022 é a data final para encaminhamento dos documentos necessários para a inscrição por entrega eletrônica.

“Este período de um mês é mais do que suficiente para que cada pessoa interessada organize a sua documentação, olhando atentamente as exigências do edital, observando cada detalhe”, orienta o gestor. Ainda de acordo com Vicente, aqueles atletas não classificados no primeiro edital por conta de documentação incompleta têm, agora, mais uma oportunidade de reapresentar documentos corretos, podendo vir a ser contemplado com o benefício.

Com o segundo edital, o Governo do Estado está investindo mais de R$1,5 milhão somente no Bolsa Esporte, em apoio direto a 205 de atletas.

Últimas Noticias

Nova base náutica de Itaparica impulsiona turismo na Baía de Todos-os-Santos

Consolidado como importante polo turístico da Baía de Todos-os-Santos, o município de Itaparica passa a contar com uma completa...