Veículos elétricos ajudarão a mitigar efeitos das mudanças climáticas em Salvador

Fotos: Valter Pontes/Secom

Salvador deu um novo salto na busca por mitigar os efeitos das mudanças climáticas, com a chegada de 35 caminhões elétricos que serão usados nas operações da Ambev na cidade. A apresentação dos veículos ocorreu na tarde desta segunda-feira (13), na Praça Cairu, no Comércio. A capital baiana é a primeira cidade do Nordeste a receber uma frota de caminhões elétricos da empresa.

Além do prefeito Bruno Reis, participaram do evento o titular da Secretaria de Mobilidade (Semob), Fabrizzio Muller; o gerente de Relações Institucionais e o diretor de Suprimentos e Sustentabilidade Logística da Ambev, Lucas Baggi e Bernardo Adão, respectivamente; o superintendente de Trânsito de Salvador (Transalvador), Marcus Passos, e o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington.

Durante a apresentação dos veículos, o prefeito lembrou a todos os efeitos da intensidade com que as mudanças climáticas vêm ocorrendo, provocando fenômenos como a intensidade das chuvas no mês de novembro em Salvador e os estragos recentes causados pelas chuvas no extremo sul da Bahia.

“Todos esses fenômenos são consequência da emissão dos gases de efeito estufa e veículos elétricos como esse vêm reduzir e mitigar a emissão desses gases. Ficamos felizes pela Ambev estar saindo na frente, pensando na sustentabilidade, no meio ambiente e em construir uma sociedade melhor, cumprindo o seu papel. Nós da Prefeitura demos as condições, modificamos a nossa legislação para permitir que os caminhões elétricos, com um porte um pouco maior, pudessem entrar em funcionamento em Salvador, de forma tal que nós somos a primeira cidade do Nordeste a receber essa frota elétrica da Ambev”, avaliou Bruno Reis.

Esforço – O prefeito ainda ressaltou que a administração municipal também está fazendo um grande esforço para que parte da frota do BRT, que deverá entrar em operação no ano que vem, seja elétrica. “Precisamos adotar essas medidas para, principalmente, evitar que todos os anos precisemos investir mais recursos na manutenção da cidade. Este ano, foram R$120 milhões empregados para recuperar a cidade devido a problemas ocasionados pela chuva, pela alta da maré, entre outros fenômenos, todos eles consequências das mudanças climáticas”.

A meta da empresa é ter 50% da frota nacional eletrificada até 2025. Bernardo Brandão reafirmou o compromisso e felicidade da Ambev em poder contribuir com a eletrificação da logística no Brasil e entregar uma grande frota em Salvador. “Acreditamos que, por meio dela, iremos desbravar novas possibilidades e fomentar o desenvolvimento de novas tecnologias voltadas aos veículos elétricos, que são extremamente importantes na redução das emissões de carbono e ruídos nos municípios de todo o país”.

Legislação – A legislação municipal foi flexibilizada em novembro passado e permite que os veículos elétricos possam circular na cidade. Os Veículos Urbanos de Carga Elétrica (Vuc-E), que não estavam previstos na primeira versão do decreto 23975/2013 – regulamentando a carga e descarga na cidade –, foram acrescentados à nova versão do texto. Os caminhões devem possuir características específicas, como largura máxima de 2,5 metros e ter até 7,2 metros de comprimento, e seguir as mesmas regras já previstas para os Veículos Urbanos de Carga (VUC).

Os VUCs, que são os caminhões com largura de até 2,2 metros e até 6,5 metros de comprimento, permanecem liberados das restrições de circulação, podendo trafegar em qualquer dia e horário. Entretanto, devem respeitar a sinalização de parada e demais regras de trânsito.

Já as restrições para tratores e caminhões de grande porte, com até 6,5 metros de comprimento e 2,2 de altura, estão mantidas. Desta forma, a circulação destes veículos fica proibida, nos períodos entre 6h e 10h, de segunda a sábado; entre 17h e 20h, de segunda a sexta-feira; e entre 9h e 20h, aos sábados, domingos e feriados, nas Áreas de Restrição à Circulação (ARC). Essas áreas abrangem vias como as avenidas ACM, Mário Leal Ferreira (Bonocô), Barros Reis, San Martin, Luís Viana (Paralela), entre outras. Os veículos flagrados circulando fora dos horários permitidos poderão ser autuados de acordo com a legislação.

Últimas Noticias