Geisy Arruda é barrada em restaurante e desabafa

De férias em Lisboa, Portugal, a influenciadora digital Geisy Arruda, 32 anos, foi barrada em um restaurante porque não conseguiram ler seu passaporte da vacina. O caso foi relatado pela modelo em seu Instagram, nesta segunda-feira (13/12).

“A mulher não conseguiu ler meu passaporte de vacina. O e-São Paulo não se lê aqui. O do SUS tá fora do ar. E não me vendeu comida. Disse que eu tinha que fazer um PCR. Um PCR para comer! Eu quero minha mãe, meu país”, escreveu a influencer em seus stories.

Geisy fez uma série de vídeos falando sobre o ocorrido e explicou que acabou encontrando outro restaurante, dessa vez com atendentes brasileiros, que lhe permitiram comer no local.

“A minha sorte é que eu fui em outro restaurante, que eram atendentes brasileiros [sic], e fui compreendida. Eu não tenho culpa se vocês não conseguem ler o meu passaporte da vacina. Se o meu QR Code não é lido nesse país”, disse.

Geisy também reclamou de ter que obrigatoriamente fazer exames PCR para ir para a balada e ter que ir embora às 4h da manhã.

“Eu acho um absurdo ter que fazer PCR pra ter que ir pra balada e sair às 4h da manhã obrigatoriamente. Quero o Brasil. Brasil, se eu te critiquei, me desculpa”, disse Geisy. “Nunca fui tão patriota igual hoje. Eu já tô de saco cheio desse negócio aqui…”, finalizou.

Últimas Noticias

Média do Auxílio Brasil será de mais de R$ 400, diz ministro

O valor médio pago aos beneficiados ao Auxílio Brasil será maior do que R$ 400, disse nesta segunda-feira (17)...