Historiador Cid Teixeira morre aos 97 anos

O historiador baiano Cid José Teixeira Cavalcante morreu nesta terça-feira (21), em Salvador, aos 97 anos. Ele estava dormindo quando faleceu.

Formado em Direito pela Universidade Federal da Bahia, nunca atuou como advogado e era um apaixonado pela Bahia. A vida inteira foi dedicada ao estudo de História, como funcionário do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia. Cid era profundo conhecedor dos “casos e causos” baianos, bem como dos fatos que marcaram a construção social e cultural do estado.

Também foi professor de História na Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Ufba e na Universidade Católica do Salvador (UCSal). Ainda foi diretor da Fundação Gregório de Mattos e implantou o Serviço de Rádio Educação da Rádio Educativa da Bahia.

Além disso, ocupou a cadeira de número 19 da Academia de Letras da Bahia e publicou diversos livros, como “Bahia em Tempo de Província” (1986); “História do Petróleo na Bahia” (2001) e “Salvador: História Visual” (2001).

Em 1992, foi condecorado com a Medalha Tomé de Souza, em 1992, mais alta honraria concedida pela Câmara Municipal de Salvador. Em 2013, recebeu a comenda 2 de Julho, pela Assembleia Legislativa da Bahia.

Últimas Noticias

Simões Filho: Obras do Estádio Municipal atingem fase final e os moradores já comemoram

A Prefeitura de Simões Filho vem realizando grandes obras na cidade e, entre elas está a requalificação total do...