Rompimento da Barragem de Iguá deixa cidades de Conquista e Itambé em alerta máximo

A barragem de Iguá rompeu nesta noite (25) e, assim que soube do ocorrido, a prefeita Sheila Lemos e a força-tarefa formada para enfrentamento dos efeitos das chuvas foram vistoriar a situação, principalmente na BR-116, na altura Vale dos Quatis. No local, além da Defesa Civil e técnicos da Prefeitura, a Polícia Rodoviária Federal e a Via Bahia participam do monitoramento do volume de água.

Apesar da seriedade do rompimento da barragem, não houve feridos nem foram constatados maiores prejuízos para as localidades nas proximidades, porque a Prefeitura de Vitória da Conquista já havia avisado aos moradores sobre o risco iminente e, assim que soube do rompimento, avisou à Prefeitura de Itambé, onde vai desaguar o Rio Pardo, que deve receber todo o volume de água da barragem rompida.

“Tiramos todas as pessoas que estavam próximas desse córrego, então todas as medidas foram tomadas e estamos prontos para dar toda a assistência aos moradores. Agora é torcer realmente para que não quebre a estrada e não precise interditar a 116”, disse Sheila Lemos.

O distrito já havia sido atingido pelo rompimento da barragem dos Quatis, do Pradoso, na manhã deste sábado (25), que acabou levando a ponte que liga o povoado do Tesoureiro à sede.

Últimas Noticias

Carol dos Animais pede investigação sobre envenenamento de cães e gatos em Pau da Lima e Trobogy

Na última sexta-feira (20), três gatos e dois cachorros comunitários foram encontrados mortos no bairro do Trobogy, próximo a...