Sobe para 19 o número de aeronaves empregadas em resgates

Para atender as cidades atingidas pelas fortes chuvas, as forças de segurança da Bahia contam com 17 helicópteros e dois aviões. Os resgates de vítimas ilhadas, transportes de donativos e medicamentos, além da avaliação do cenário são algumas das missões desenvolvidas pelas equipes com o auxílio das aeronaves.

Na cidade de Ilhéus estão empregados dois helicópteros da Força Aérea Brasileira (FAB), um do Grupamento Aéreo da PMBA (Graer), um do CBM de Minas Gerais, um da Marinha do Brasil (MB), um da Polícia Rodoviária Federal (PRF), dois da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP) e dois aviões também da PMESP.

Já o município de Itamaraju, conta com uma aeronave do Centro Integrado de Operações Aéreas, da Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Norte (CIOPAER-RN), enquanto Vitória da Conquista tem o auxílio de dois do Exército Brasileiro (EB), um da PM do Distrito Federal e um do Grupamento de Operações Aéreas do CBM do estado do Rio de Janeiro.

Em Feira de Santana, os grupamentos aéreos da BA e SE empregaram uma aeronave, além de outra da Chefia Especial Aérea da Secretaria da Segurança Pública de Alagoas (Caesp). Em Itapetinga, o Graer continua dando assistência com um helicóptero.

Todos os equipamentos estão à disposição da Bahia e são realocados de acordo com a necessidade dos municípios.

Últimas Noticias

Bahia não registra óbito por Covid-19 em 24h pelo segundo dia consecutivo

O boletim epidemiológico desta quinta-feira feira (26) não registra óbito por Covid-19 na Bahia. Nas últimas 24 horas, foram...