Hospital Sagrada Família terá mais 30 leitos clínicos e de UTI

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), vai abrir mais 30 leitos no Hospital Sagrada Família, no Bonfim, que passarão a funcionar a partir desta sexta-feira (31). O anúncio foi realizado pelo prefeito Bruno Reis nesta quinta-feira (30), durante coletiva de apresentação do balanço das ações municipais em 2021.

Do total de leitos, dez são de UTI e 20 de clínica médica. Com a iniciativa, a unidade passará a contar com 30 leitos de UTI e 50 leitos de clínica médica no total. “Estamos mobilizando esses novos leitos para ajudar no enfrentamento a outros problemas no sistema de saúde, dentre elas de pessoas que não haviam realizado procedimentos no período da pandemia, assim como os casos da gripe H3N2. Sendo assim, vamos transferir os casos de Covid que estão nas UPAs para esses novos leitos no Sagrada Família”, explicou o prefeito.

O hospital foi requisitado administrativamente pela Prefeitura para enfrentar a pandemia, e é administrado pelas Obras Sociais Irmã Dulce (Osid). A unidade também oferta exames laboratoriais e de radiologia, tomografia computadorizada, ultrassonografia com Doppler, eletrocardiograma, hemoterapia, hemodiálise e diálise peritoneal, além da realização de procedimentos invasivos como traqueostomia, dentre outros

A equipe de 544 profissionais é composta por médicos plantonistas e diaristas de UTI e de enfermaria, infectologista, cirurgião geral, pneumologista, radiologista, fisioterapeuta, enfermeiros especializados em urgência, emergência e internamento, bioquímicos, farmacêuticos, nutricionista, assistentes sociais, psicólogo e técnicos de enfermagem, de laboratório e de radiologia, assim como corpo administrativo e suporte operacional.

Recomendação – O titular da SMS, Leo Prates, aproveita para reforçar, junto aos cidadãos, a necessidade de alerta neste período de fim de ano. “Estamos apelando para que a população mantenha os cuidados, como o uso de máscaras, e pedir que evitem aglomerações neste final de ano. Temos neste momento um cenário de alerta, com os crescentes casos de síndromes gripais, o que requer total atenção”, pondera o gestor.

Últimas Noticias

Ver menos televisão pode reduzir risco de doenças cardíacas coronárias

Mais de um em cada 10 casos de doenças cardíacas coronárias poderiam ser evitados se as pessoas reduzissem o...