Negra, participante do BBB Natália tenta justificar a escravidão

Sister do grupo Pipoca do BBB22, Natália Deodato causou polêmica nas redes sociais ao tentar justificar a escravidão durante o programa. Em uma roda de conversa, ela disse que os negros são ‘fortes e eficientes’ e por isso viraram escravos.

“Eu sou preta. Realmente, tem a história que a gente veio e viemos como escravos sim. Por que? Porque a gente era eficiente. Porque a gente era forte. Por que a gente veio como escravo? Porque a gente era bom no que a gente fazia”, disse a mulher, que é negra.

“Se colocasse, talvez uma pessoa lá para fazer aquilo, não conseguiria. Entendeu?”, disparou.

Militantes da causa negra, a exemplo da deputada baiana Olívia Santana, lamentaram a atitude da mulher. A parlamentar disse que fala é “chocante” e Natália é uma “moça sem noção”. Além disso, afirmou que o comentário da sister era justificável ao citar o livro ‘Pele negra, máscaras brancas’.

No Brasil, a escravidão foi implantada em 1530, nas primeiras décadas de colonização. O primeiro navio pessoas escravizadas da África chegou em 1535, em Salvador, capital baiana. Antes, os indígenas foram os primeiros a sofrerem com a escravidão.

Os negros escravizados ficaram trabalhavam para produzir cana-de-açúcar, construir casas, engenhos, igrejas e servir como empregados para os colonizadores brancos. O Brasil foi o último país a abolir a escravidão nas Américas.

Últimas Noticias

Ministério da Economia mantém previsão do PIB em 1,5%

O governo federal alterou para cima a previsão da inflação deste ano. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo...