Primeiro Food Park de Salvador é inaugurado por Bruno Reis na Boca do Rio

Fotos: Betto Jr./Secom

A partir desta quinta-feira (28), moradores e visitantes da capital baiana podem curtir um espaço específico na cidade para apreciar as diversas vertentes da culinária gastronômica sobre rodas. Instalado pela Prefeitura na Boca do Rio, o Food Park Salvador foi inaugurado com as presenças do prefeito Bruno Reis e do secretário municipal de Ordem Pública (Semop), Omar Gordilho, dentre outras autoridades.

O prefeito destacou que as intervenções transformaram o espaço público em uma área que impulsiona o empreendedorismo na capital. “É um estímulo à criatividade do soteropolitano, que é uma característica que trazemos na nossa essência de, através do esforço, construir alternativas de renda. Estamos consolidando mais um equipamento público importante para ajudar na oferta de mais emprego na cidade”, avaliou Bruno Reis.

Situado em uma área de mais de 12 mil m², onde abrigou por muitos anos a sede do Esporte Clube Bahia e ao lado do Parque dos Ventos, o Food Park Salvador reúne 30 food trucks, selecionados através de chamamento público municipal, com os mais variados tipos de alimentos. No espaço, será possível encontrar comida japonesa, árabe, brasileira, hambúrgueres, pastéis e açaí, entre outras opções.

O local conta ainda com infraestrutura para a família: 45 vagas de estacionamento, parque infantil, banheiro, quatro toldos para área comum, pavimentação adequada e palco para pequenos shows e apresentações. A expectativa da Semop, responsável pelo projeto, é de que o espaço receba, em média, até 2 mil pessoas por dia. O horário de funcionamento será de segunda a domingo, das 12h à meia-noite.

Além de ser mais uma opção de lazer para a população, o Food Park Salvador também tem como objetivo impulsionar a economia soteropolitana, favorecendo cada vez mais a retomada de atividades econômicas na cidade. “Inaugurar esse espaço é incentivar o fortalecimento do empreendedorismo na nossa capital e, sobretudo, contribuir para a geração de emprego e renda”, destacou o secretário da Semop e presidente da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), Omar Gordilho.

Para Jean Marcos, de 29 anos, proprietário há cinco anos do Oha! Açaí, essa é uma oportunidade de crescer e avançar com o próprio negócio. “Aqui é um local totalmente novo, com grande circulação de pessoas e próximo a locais de grandes eventos, como o Centro de Convenções de Salvador, o Parque dos Ventos e a Arena Daniela Mercury”, comentou.

Infraestrutura – Para a instalação do Food Park Salvador, foram realizados serviços de nivelamento e adequação da pavimentação da área com aplicação de asfalto, concreto armado, brita e grama sintética; implantação e cercamento com eucalipto do Parque Infantil e área de recreação; instalação de quiosque e palco, além de cercamento da área. As ações foram realizadas pela Secretaria de Manutenção da Cidade (Seman) e pela Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal).

O secretário da Seman, Luciano Sandes, ressaltou que o projeto da Semop incentivou na requalificação de um espaço público que estava subutilizado. “Espaços como este têm servido para alavancar a economia de diversas cidades e normatizar o comércio de alimentos em veículos food truck. Será um espaço de convivência, geração de empregos e entretenimento para Salvador”, completou.

Estruturas vizinhas – O Food Park Salvador vai reforçar ainda mais o clima de lazer e eventos em uma das principais áreas da orla da capital baiana. Desde 2017, o espaço vizinho abriga a Arena Daniela Mercury, que tem sido palco do Festival Virada Salvador, programação gratuita especial de Réveillon organizada pela Prefeitura e que reúne diversas atrações locais e nacionais.

Há dois anos, o antigo Aeroclube deu lugar ao Centro de Convenções de Salvador (CCS), estrutura de 103,2 mil m² construída pela administração municipal para abrigar grandes eventos nacionais e internacionais e fomentar o turismo de negócios, que sofreu forte impacto negativo desde a desativação do Centro de Convenções da Bahia, em local próximo.

Ao lado do CCS, o Parque dos Ventos, também entregue em 2020, proporciona à população uma estrutura gratuita voltada para atividades esportivas ao ar livre, como escalada, pista de skate, pista de cooper, parkur, parque infantil e anfiteatro, em uma área de 85 mil m².

Últimas Noticias

FNDE prorroga prazo para renovar contratos de financiamento do Fies

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) prorrogou até o dia 30 de junho de 2022, o prazo...