Agentes de Combate às Endemias lotam CMS e cobram da prefeitura piso nacional

Diversos agentes de Combate às Endemias da Prefeitura de Salvador lotaram as galerias do plenário da Câmara Municipal da capital da Bahia hoje (10) reivindicando a equiparação ao Piso Nacional da categoria.

De acordo com a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 120, promulgada pelo Congresso Nacional no último dia 5, o piso do salário-base dos agentes agora é de dois salários-mínimos, perfazendo, atualmente, um valor de R$ 2.424,00.

Ainda segundo a Associação dos Agentes Comunitários de Combate às Endemias de Salvador (AACES), o salário-base inicial da categoria na Prefeitura é de R$ 877,07.

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior (MDB), garantiu que assim que chegar ao Poder Legislativo da cidade uma mensagem da Prefeitura equiparando o salário-base dos agentes locais de combate às endemias ao piso nacional, esse projeto será votado com “toda a celeridade”.

A Tribuna Popular da sessão ordinária de hoje foi utilizada por Enádio Nunes Pinto, presidente da AACES. Ele afirmou que, através da Lei 12.994, promulgada em 2014, foi estabelecido o Piso Nacional da categoria.

“A novidade é que agora foi estabelecido, em lei, que o piso deve ser de dois salários mínimos. Portanto, faz-se necessário que o prefeito tenha um encontro com os líderes da categoria para estabelecermos as diretrizes para o pagamento do que está estabelecido pela legislação federal”, reivindicou.

Últimas Noticias

Bahia não registra óbito por Covid-19 em 24h pelo segundo dia consecutivo

O boletim epidemiológico desta quinta-feira feira (26) não registra óbito por Covid-19 na Bahia. Nas últimas 24 horas, foram...