Dia Mundial do Brincar reúne cerca de 400 crianças no Subúrbio 360

Celebrado neste sábado (28), o Dia Mundial do Brincar reuniu cerca de 400 crianças e adolescentes durante uma programação recheada de apresentações musicais e oficinas artísticas no Subúrbio 360, em Coutos. A atividade foi promovida pelo Núcleo Especial Apoio à Primeira Infância, da Secretaria de Governo (Segov), dentro da programação da Semana do Brincar em Salvador e que integra o Maio Laranja – campanha de combate à exploração sexual infantil.

Os tambores da banda mirim do Movimento Erê na Praça, organização social com sede no bairro da Cidade Nova, abriram o evento, agitando o público presente com cânticos afro. Em seguida, a conselheira tutelar Viviane Peixoto, caracterizada de personagem infantil similar a uma boneca com peruca, vestido e maquiagem em tons laranja (cor em alusão à campanha neste mês), explicou de forma lúdica as formas de violência e abusos contra crianças e adolescentes. A apresentação teve interação dos pequenos no palco do teatro do local.

“Precisamos trabalhar com a prevenção sobre esse assunto. Muitas crianças, por falta de orientação, são abusadas sexualmente e não conseguem falar para os pais. Essa forma de abordagem, portanto, serve para que elas entendam quais tipos de atitudes disfarçadas de carinho não são boas”, pontuou a conselheira tutelar, que atua na região do Subúrbio/Ilhas.

Ela acredita que educar a população infantojuvenil desde cedo é essencial para o enfrentamento aos casos de abuso. “Crianças com dois, três anos de idade já podem começar a aprender, junto aos pais, quais as partes íntimas delas não podem ser tocadas. Esse trabalho de educação sexual fará com que esses os meninos e meninas se tornem adolescentes e adultos esclarecidos”, afirmou Viviane.

Oficinas e brincadeiras – Diversas atividades artísticas tomaram conta das salas do Subúrbio 360. A garotada presente teve a chance de participar de oficinas de pintura, capoeira e percussão. Na primeira, a tinta guache, o pincel e o papel sulfite serviram de instrumentos para que os artistas mirins exercitassem a imaginação. Na capoeira, teve quem arriscasse o gingado do movimento. Para a oficina de percussão criativa, até materiais recicláveis como garrafas pet foram utilizados para fazer som.

“Tudo o que realizamos hoje, no Dia do Brincar, é para mostrar para as crianças que é possível elas serem o que são mesmo com tantas dificuldades. E nós, adultos, não devemos acelerar esse processo como normalmente temos feito. A arte tem o papel de educar, de trazer perspectivas, de abrir a mente e de mostrar que somos capazes de tudo”, ressaltou uma das coordenadoras do Movimento Erê na Praça, Madalena Gomes. A instituição ficou responsável pela programação do dia.

Brincadeiras infantis, a exemplo de pula corda e amarelinha, além de distribuição de brindes e brinquedos fizeram a festa da criançada. Moradora de Alto de Coutos, Iraci Pereira de Jesus, 37 anos, levou seu filho, Iuri, 7 anos, para se divertir no Subúrbio 360. “Essa é uma manhã de sábado diferenciada. Poder trazê-lo para brincar à vontade ao lado de outros coleguinhas é uma oportunidade fundamental para o desenvolvimento dele”, celebrou.

Para a coordenadora do Núcleo Especial Apoio à Primeira Infância, Simone Café, as atividades do Dia do Brincar fecharam com chave de ouro as ações promovidas com este viés nos últimos dias.

“Foi uma alegria fechar a Semana do Brincar com a participação de tantas crianças e também de seus pais, que abraçaram nosso convite de brincar junto com seus filhos. Nossa intenção de promover essa ação foi aproximar a criança da natureza, dos espaços públicos, de outras crianças, para estimular a construção de vínculos sociais e o compartilhamento de saberes e novas descobertas. Tudo de forma livre e espontânea, como o brincar deve ser”, destacou.

Demais atividades – Na última quarta (25), a primeira ação, “De um brincar que ensina”, foi marcada pela visita de 20 crianças acolhidas no Lar Pérolas de Cristo, em Paripe, ao Parque dos Dinossauros, no Stiep. Já a segunda ação, na quinta (26), teve o tema “De um brincar mais próximo da natureza”, onde as crianças assistidas pelo Núcleo Comunitário de Proteção e Defesa Civil (Nupdec) Mirim visitaram o Jardim Botânico, em São Marcos, e participaram de atividades lúdicas e educativas.

Data – O Dia Mundial do Brincar foi criado em 1999 pela associação de brinquedotecas International Toy Library (ITLA), com o objetivo de celebrar e reforçar a importância do brincar para as crianças. A data foi comemorada pela primeira vez em 2000 e reconhecida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). A partir de então, é celebrada em mais de 40 países.

Últimas Noticias

Micro e pequenas empresas já podem aderir ao Pronampe

Apartir desta quinta-feira, 30 de junho, as micro e pequenas empresas já poderão buscar junto ao banco de sua...