“PT demonstra mais uma vez hipocrisia ao silenciar sobre aumento nos ônibus metropolitanos”, afirma Kiki Bispo

Vereador ainda cobrou coerência dos aliados ao PT e pediu que peçam, também, investigação sobre aumento no transporte metropolitano aprovado por Rui

O vereador Kiki Bispo (União Brasil) cobrou nesta quarta-feira (8) um posicionamento do PT sobre o reajuste de 11,85% das tarifas do transporte intermunicipal metropolitano, aprovado pelo governo do estado. Os novos valores entram em vigor na sexta-feira (10), conforme resolução da Agerba publicada no Diário Oficial do Estado. O aumento chega a 1 real por passagem.

A tarifa nas linhas do Anel 1 (que atendem Lauro de Freitas e Simões Filho) sobem de R$ 4,30 para R$ 4,80, enquanto no Anel 2 (Camaçari e Candeias) a passagem aumenta de R$ 6,10 para R$ 6,80. Por fim, o valor cobrado nos ônibus do Anel 3 (Dias D’Ávila, Mata de São João, São Sebastião do Passé e Madre de Deus) vai de R$ 8,60 para R$ 9,60. O mesmo percentual de 11,85% de reajuste será aplicado às linhas semiurbanas do sistema. Além disso, foi aprovado um aumento de 11,65% nas tarifas das linhas de longa distância do serviço de transporte rodoviário intermunicipal.

“Infelizmente, não surpreende a hipocrisia do PT. Criticaram o novo valor da passagem em Salvador e tentaram jogar a culpa no colo da prefeitura, mesmo sabendo que o setor passa por uma crise geral. Agora, vão ficar em silêncio com o aumento autorizado pelo governo Rui Costa (PT), em percentual até mesmo superior ao que ocorreu na capital”, afirmou o vereador.

Kiki cobrou ainda que aliados ao PT solicitem, também, uma investigação sobre o reajuste na tarifa do transporte metropolitano, da mesma forma que pediram apuração em Salvador. “Eles precisam ser coerentes e cobrar, também, uma investigação sobre esse aumento aprovado por Rui Costa. O PT mostra mais uma vez que não tem limites quando há uma disputa eleitoral em jogo. E agora, vão criticar e investigar o governador pelo aumento da tarifa no sistema metropolitano?”, completou.

Ele pontuou também que o governo do estado, além de conceder o aumento, demonstra não ter sensibilidade com os usuários do transporte público ao não reduzir ou isentar o ICMS sobre o diesel, o que poderia ajudar a manter o valor da tarifa, tanto em Salvador quanto nos metropolitanos. “O diesel aumentou mais de 120% nos últimos dois anos, o que elevou a arrecadação do governo com ICMS dos combustíveis em quase R$ 2 bilhões no último ano. O governo não pode só pensar em encher os cofres às custas do povo”, criticou.

Kiki lembrou que Salvador vem passando por uma renovação de frota, enquanto, por outro lado, o sistema metropolitano está sucateado. “Salvador teve 169 novos ônibus com ar condicionado no ano passado e vai adquirir mais 170 veículos climatizados este ano. Na contramão disso, o sistema metropolitano está sucateado, com ônibus velhos que até não oferecem segurança para os usuários. Sem contar que o sistema deles não tem licitação, só autorização”, salientou.

Últimas Noticias

Fim da dupla Simone e Simaria é confirmado

As irmãs Simone e Simaria confirmaram em portagem nas redes sociais, nesta quinta-feira (18/08), o fim oficial da...