Novo Mercado Municipal de Banzaê é entregue à população

A população de Banzaê, município localizado no território de identidade Semiárido Nordeste II, recebeu, terça-feira (14), o Centro de Abastecimento José Matos de Reis (Zé de Alta) requalificado. No espaço, acontecerá, todas as quartas-feiras, a partir das 16h, a Feira Agroecológica, Gastronômica e Cultural de Banzaê, e, nas quintas-feiras, ocorrerá a Feira livre do município.

Com uma diversidade de produtos oriundos da agricultura familiar e de povos indígenas, que recebem investimentos do Governo do Estado, na base de produção, e comunidades quilombolas de Banzaê, a requalificação do mercado municipal beneficia não só os feirantes e a população em geral, mas também agricultores e agricultoras familiares, que terão um espaço confortável de comercialização, promovendo um espaço de troca entre a sociedade de Banzaê, que irá às compras e as famílias agricultoras que trarão os produtos de qualidade e saudáveis, sem a utilização de agrotóxicos, direto da roça, das suas propriedades rurais.

“Sem dúvidas, esse equipamento vem completar o ciclo natural de produção da agricultura familiar dos povos e comunidades tradicionais que é o plantar, cuidar, colher e vender. Hoje, aqui em Banzaê a gente tem isso muito presente e faz parte de uma série de intervenções que o Governo do Estado da Bahia está fazendo na requalificação de mercados municipais. Estão sendo entregues diversos mercados municipais em toda a Bahia. Banzaê é um exemplo disso, com a entrega desse importante equipamento”, destacou o secretário da SDR, Jeandro Ribeiro.

Para a prefeita de Banzaê, Jailma Dantas, essa é uma obra em que ganha muito a agricultura familiar do município. “Estaremos trabalhando primeiro voltados aos agricultores, de uma forma que eles possam vender seus produtos, como produzimos aqui, os orgânicos. Nós vamos ter também a nossa Feira Cultural e Gastronômica, funcionando aqui no nosso município, para que todos que vierem aqui em Banzaê, possam conhecer o que nós temos aqui, no artesanato, na gastronomia e a história de Banzaê. Traremos também as apresentações das escolas e o que tem de bom aqui. É um espaço de acolhida, em que poderemos trazer as famílias, pois não é apenas um local de comercialização, mas de interagir e de lazer também”.

A ação é do Governo do Estado, executada por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR).

Últimas Noticias

Fanfarras escolares da rede estadual desfilam durante os festejos do 2 de Julho

As 21 fanfarras das escolas estaduais localizadas em Salvador, além das demais do interior da Bahia, já estão preparadas...