Motorista de aplicativo da 99 que não quis cancelar corrida atropela mulher

Uma mulher, identificada como Maira Lino, foi atropelada na porta de casa, em Suzano (SP), após um motorista de aplicativo da 99 recusar a corrida e também não querer cancelar.

De acoro com o G1, Maria alega que a filha, o genro e dois netos iam embora de sua casa e tentaram embarcar em um carro da empresa 99. Leticia, filha de Maira, alega que o motorista ficou irritado ao ver que o casal colocaria um carrinho no porta-malas e recusou-se a cancelar a corrida.

“Ele disse para a gente: ‘não vai colocar, senão você vai estragar meu tampão do carro’. Então, a gente falou: ‘então, o só cancela, por gentileza, já que está se recusando a nos levar’. Ele falou assim: ‘não vou cancelar nada. Se vocês quiserem, vocês vão pagar’. Ai, minha mãe foi até o vidro do carro e falou: ‘por favor, cancele. Você tá recusando a levar’”, disse Letícia.

Imagens de câmeras de segurança da rua mostra quando o veículo acelerou e a porta do carona abriu. Na sequência, o motorista identificado como Reinaldo de Paula, deu ré e atingiu Maira. Vizinhos ainda tentaram deter o acusado, mas ele fugiu em alta velocidade.
Em nota, a 99 disse que uma equipe foi mobilizada para apurar o caso e dar suporte para a vítima.

Últimas Noticias

Vasco e Sport empatam em Maracanã lotado

O Vasco empatou sem gols com o Sport, na tarde deste domingo (3) no estádio do Maracanã, pela 16ª...