Tierry lota segundo dia do São João de Lauro de Freitas

O forró e a alegria voltaram a marcar presença na Arena Domingos Balaieiro – São João da Tradição – localizada na Praça da Matriz, centro de Lauro de Freitas. O público chegou cedo e lotou o espaço para prestigiar os shows de Boneca Cobiçada, Dan Valente, Cangaia de Jegue, Tierry, Forrozão da Sapekkinha e Igor Cerqueira. O acesso ao arraiá é gratuito e a programação segue até sábado (25).

A festa começou com o som da sanfona e sucessos da banda Boneca Cobiçada. Larantini da Silva, de 41 anos, é apaixonado por forró e foi para a Arena matar as saudades. “Já tínhamos dois anos sem São João. Chegou a hora de aproveitar. Eu trouxe minha filha de cinco anos para ela também já ir conhecendo a riqueza da nossa cultura. O espaço está maravilhoso. Ela pode correr e brincar. Recomendo a todas as famílias. Está maravilhoso”, disse.

O cantor da banda Cangaia de Jegue, Junior Bonfim, chegou animado ao palco e cantou músicas conhecidas como “Ai se eu te pego “, “Chama essa cerveja” e “O beijo teu”, embalando todo o público. O artista fez questão de falar sobre a satisfação de tocar em Lauro de Freitas. “Eu adoro essa cidade, sempre que posso estou aqui curtindo as praias. É um prazer enorme tocar aqui, porque o povo daqui abraça a gente com o maior calor. Quem ainda não veio, tem que vir. Saiam de casa e venham dançar um forrozinho aqui, no chamego”, comentou .

O momento mais esperado do segundo dia do Arraiá de Ipitanga foi o show de Tierry. O artista puxou uma multidão até a praça, tocando músicas de sucesso. “Lauro tem uma importância muito grande na vida do baiano. Ter a oportunidade de cantar aqui é uma honra. Essa é a primeira vez que faço show no São João da cidade. Estou muito feliz”, disse.

Nesta sexta (24), o Arraiá terá shows de Falamansa, Kart Love, Forró do Muído, Genard, Forró S/A, Astros do Forró e 20 XOTEAR. Para conferir a programação completa, acesse o site: www.secult.laurodefreitas.ba.gov.br/saojoao

Movimento da economia

O Arraiá de Ipitanga estima arrecadar em torno de R$ 4 milhões para o município. Além de ser uma programação festiva para os moradores e turistas das cidades vizinhas, é uma opção de renda para a população local.

Mais de 100 ambulantes foram previamente cadastrados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano ( SEDUR), para terem autorização de comercializar durante os festejos juninos. Lilian Calmon, 28 anos, está desempregada há 2 anos e aproveitou o arraiá para fazer uma renda extra. “O que mais me chamou atenção foi a organização. Estou gostando muito. Aqui posso vender minhas bebidas com segurança”, disse.

Últimas Noticias

Vasco e Sport empatam em Maracanã lotado

O Vasco empatou sem gols com o Sport, na tarde deste domingo (3) no estádio do Maracanã, pela 16ª...