Ponte sobre Rio Camarajipe melhora fluidez na ACM em mais de 300%

Um levantamento feito por uma empresa de monitoramento de tráfego a serviço da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) revelou que, com a liberação do fluxo de veículos na ponte sobre o Rio Camarajipe, o tempo de trajeto entre o Hospital Teresa de Lisieux e o Shopping da Bahia, na Avenida ACM, caiu para uma média de quatro minutos nos horários de pico. Semanas antes da entrega da nova via, o mesmo trajeto chegou a atingir 17 minutos.

O trânsito sobre a ponte, que integra a 1ª etapa da Nova Avenida Tancredo Neves, foi liberado no início de maio deste ano. A intervenção ampliou a capacidade de fluxo diário da Ligação Iguatemi-Paralela (LIP), desafogando o tráfego em uma das regiões mais movimentadas da cidade. Com isso, os veículos que vêm da Avenida ACM em direção à Avenida Luís Viana Filho passam a ter uma via própria, com três faixas.

Foto: Bruno Concha/Secom

A diminuição do tempo no trânsito favoreceu a circulação do transporte público e de condutores de veículos particulares, como a jornalista Caroline Aquino. Ela trabalha ao lado do Shopping da Bahia e passa quase que diariamente pelo trecho. “Antes da liberação do trânsito na ponte, eu via que o fluxo ficava muito retido na ACM, gerando congestionamentos. Nas últimas semanas eu percebi que meu trajeto passou a ser mais rápido, porque a nova via reduziu os engarrafamentos nesse trecho, beneficiando o trânsito no sentido Paralela”, afirma.

“Essa obra é de grande importância para a mobilidade desta que é uma das mais movimentadas regiões da cidade, beneficiando não apenas o condutor de veículos particulares como também o transporte coletivo. Pudemos observar uma melhora significativa através de dados do GPS dos ônibus, onde foi identificado que o tempo de deslocamento neste trecho reduziu bastante”, afirma o secretário municipal de Mobilidade (Semob), Fabrizzio Muller.

Investimento – Com investimento de mais de R$14 milhões em quase 92 metros de extensão e 16 metros de largura, a ponte foi construída paralela ao Viaduto dos Rodoviários e recebeu pavimentação, microdrenagem, paisagismo, iluminação em LED, guarda-corpo e passeio.

“A mudança é visível e não afeta apenas o trecho entre o hospital e o shopping. Essa ampliação da Ligação Iguatemi-Paralela beneficiou o trânsito de toda a região porque essa é uma área muito interligada. Cabe destacar que outras obras de mobilidade na Magalhães Neto e as do BRT ainda impactam no trânsito daquela região. É importante pontuar que essas intervenções, futuramente, vão trazer outras importantes melhorias para o tráfego e para o cidadão”, explica o superintendente da Transalvador, Marcus Passos.

Foto: Bruno Concha/Secom

O projeto da ponte foi desenvolvido em conjunto pela Secretaria de Mobilidade (Semob) e Transalvador, e executado sob a coordenação da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), por meio da Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop).

Últimas Noticias

Fim da dupla Simone e Simaria é confirmado

As irmãs Simone e Simaria confirmaram em portagem nas redes sociais, nesta quinta-feira (18/08), o fim oficial da...