Procuradora Geral de Porto Seguro é homenageada na Edição de 2022 do Prêmio Maria Felipa

A edição 2022 do Prêmio Maria Felipa que aconteceu no Teatro Jorge Amado, nesta segunda-feira, 25, em Salvador, concedeu a importante honraria à mulheres negras que se destacam na luta por direitos e contra o racismo. O evento marca o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha e o Dia Nacional da Mulher Negra.

Neste ano, Magaly de Souza Menezes, procuradora-geral de Porto Seguro, foi homenageada com o prêmio. “Hoje, no Dia da Mulher Negra, Latina e Caribenha, precisamos reforçar a importância de se refletir sobre essas mulheres, que ainda não se reconhecem e aquelas que lutam por sobrevivência, sem nenhuma consciência de classe. Tudo se torna ainda mais difícil sem entender a importância de representatividade e políticas públicas”, comentou a procuradora.

Quem foi Maria Felipa?
Maria Felipa de Oliveira foi uma marisqueira e pescadora que viveu na Ilha de Itaparica. Assim como Joana Angélica e Maria Quitéria, ela lutou pela Independência da Bahia. Em 1823, liderou um grupo composto por mais de 200 pessoas, entre as quais estavam índios tupinambás e tapuias, além de outras mulheres negras, nas batalhas contra as tropas portuguesas que atacavam a Ilha. Conta-se que o grupo foi responsável pela queima de pelo menos 40 embarcações portuguesas.

Últimas Noticias

Anvisa proíbe uso do fungicida carbendazim em produtos agrotóxicos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou hoje (8) por unanimidade a proposta de Resolução da Diretoria Colegiada...