Espanha confirma as duas primeiras mortes por hepatite aguda infantil

Foram confirmadas as duas primeiras mortes por hepatite aguda infantil na Espanha. Tratam-se de um menino de seis anos de Múrcia e um bebê de 15 meses da Andaluzia, segundo o jornal El País.

A notícia foi confirmada pelo Ministério da Saúde espanhol que indicou que as duas crianças em causa não sobreviveram ao transplante de fígado a que tinham sido submetidas.

Segundo o relatório do Ministério da Saúde, foram detectados 46 casos na Espanha. Desses, três precisaram de transplantes. A terceira criança que precisou de transplante é uma menina de três anos que vive em Aragão, e tem tido uma boa evolução clínica.

Na Europa há mais registros de casos, como em Portugal que foram reportados “17 casos prováveis de hepatite de etiologia desconhecida” em idade pediátrica. “Os casos notificados têm sido situações com resolução clínica, não tendo ocorrido casos graves”, destacou a Direção Geral de Saúde.

Últimas Noticias

Perda de peso: quatro maneiras de incluir a chia na sua rotina

As sementes de chia são grandes aliadas da perda de peso. Têm 1.6g de proteína a mais do que...