Prefeitura Municipal de Savaldor

“Sem o Brasil o mundo passa fome”, diz Bolsonaro em Vitória da Conquista

Em um grande comício em Vitória da Conquista na manhã deste sábado (27), o candidato a governador da Bahia, João Roma (PL), ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PL), declarou que “nesses 200 anos [de celebração da Independência do Brasil], a Bahia vai se levantar e vai caminhar de mãos dadas com o Brasil”.

Sobre a virada que espera na Bahia, o ex-ministro da Cidadania fez outro prognóstico: “Bolsonaro é um presidente que é atacado todos os dias e não foi o mais votado nas últimas eleições na Bahia, mas este ano nós daremos a resposta”.

A candidata do PL ao Senado, Raíssa Soares, que discursou antes, disse que Roma vai mudar o nosso estado. “Porque é um homem justo, com conhecimento e é um homem da confiança de Bolsonaro”.

Para Roma, o povo baiano entenderá que é Bolsonaro que vem trazendo os maiores investimentos em infraestrutura para o estado após 16 anos de descaso petista com o estado.

“O PT não entregou sequer um quilômetro de BR duplicada na Bahia”, lembrou o candidato a governador do PL, observando que, com Bolsonaro, os recursos federais passaram a ser destinados a obras no Brasil e não mais serviram para financiar projetos em ditaduras apoiadas pelo PT em Cuba ou na Venezuela, por exemplo.

O ex-ministro ainda destacou que o Brasil, após a pandemia e uma guerra na Ucrânia, é a única nação do mundo a registrar deflação, uma economia pujante e atração de investimentos.

“Quem vota em Bolsonaro, vota em Roma na Bahia”. As últimas palavras de João Roma precederam a fala do presidente Jair Bolsonaro, que abriu o discurso fazendo a convocação popular para a celebração dos 200 anos da Independência do Brasil no Sete de Setembro.

“No próximo dia sete, todos nas ruas. Todos de verde e amarelo. Vamos mostrar ao mundo que estamos unidos no mesmo ideal. Mostrar cada vez mais que somos um só povo, uma só raça, um só país, querendo cada vez mais ocupar o lugar que merece em todo o mundo”.

Ressaltando que o estado é laico, mas o presidente acredita em Deus, Bolsonaro enfatizou a defesa da família, da lealdade ao povo e o respeito aos militares. Assinalou que o Brasil hoje apresenta os melhores números da economia mundial. “O mundo hoje olha para o Brasil, porque sem o Brasil o mundo passa fome”, disse e destacou a sua posição contrária ao aborto, à ideologia de gênero e à liberação das drogas. “Defendemos a família verde-amarela!”.

Ao reagir ao coro da multidão de “Lula Ladrão, seu lugar é na prisão”, Bolsonaro afirmou: “Nós sabemos de quem esse cara é candidato. Ele é o candidato da Globo!”, acrescentando: “Nós venceremos a tudo e a todos para o bem da grande maioria de nosso povo, que acredita em Deus, na família e na liberdade”.

O presidente ainda disse que inibirá qualquer ação contra a “nossa democracia e a nossa liberdade”, destacando também que defendia a iniciativa privada e o legítimo direito à defesa. “Porque vocês sabem que povo armado jamais será escravizado”.

Fundação Jose Silveira
Prefeitura Porto Seguro

MP requer suspensão do alvará de funcionamento de cemitério em Serrinha em razão de danos ambientais

O Ministério Público estadual ajuizou ação civil pública contra o Município de Serrinha e o cemitério Paraíso Celestial requerendo,...