Exemplo de imagem responsivaGoverno do Estado da Bahia
Informe Baiano
Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador

Jerônimo contrata ex-marqueteiro de Bolsonaro acusado de disparar mensagens falsas em 2018, diz Metrópoles

A campanha do candidato ao governo da Bahia pelo PT, Jerônimo Rodrigues, gastou R$ 660 mil para contratar a empresa do publicitário Marcos Carvalho, que atuou na campanha de Jair Bolsonaro em 2018, segundo aponta o colunista Igor Gadelha, do portal Metrópoles.

Nas eleições deste ano, a nova empresa de Marcos Carvalho, a “Epon Brasil Estratégia”, trabalha em três campanhas, todas de candidaturas de esquerda. O maior contrato é com Jerônimo Rodrigues, candidato do PT ao governo da Bahia, que pagou R$ 660 mil pelo serviço do marqueteiro.

Em 2020, Marcos Aurélio Carvalho foi convocado na CPMI das Fake News. A AM4, outra empresa dele, coordenou o marketing eleitoral e a captação financeira para as campanhas de Jair Bolsonaro e do PSL em 2018. Os serviços executados foram sites de campanha, contato com influenciadores digitais, desenvolvimento de plataforma para doações e, no segundo turno do pleito presidencial, vídeos para propaganda eleitoral.

Serviços de envios de mensagens em massa são investigados pela CPMI, que já ouviu um ex-funcionário e um proprietário da empresa Yacows, baseada em São Paulo, que trabalha com essa atividade. Esses depoimentos citaram a AM4 como produtora de conteúdos que a Yacows repassou para diversos números de celular durante o período eleitoral.

Após a campanha, Marcos Aurélio trabalhou na equipe de transição do presidente. Entretanto, após reclamações do vereador do Rio Carlos Bolsonaro (Republicanos), filho 02 do então presidente eleito, acabou se afastando do time.

Fundação Jose Silveira
Prefeitura Porto Seguro

Populações periféricas são mais vulneráveis à dengue

"O meu homem-aranha está amuado, tristinho. É tão estranho”. A auxiliar de serviços gerais Juliana Pereira, de 28 anos...