Joaquim Barbosa sobre votação do impeachment: É de chorar de vergonha

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal e hoje advogado Joaquim Barbosa utilizou nesta segunda-feira, 18, seu perfil no Twitter para desabafar sobre seu descontentamento com o teor dos votos dos deputados no processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no último domingo. O ex-ministro não se manifestou a favor nem contra o impeachment da petista.

“É de chorar de vergonha! Simplesmente patético!”, afirmou o ex-ministro que ficou famoso pela sua atuação dura no processo do mensalão, que levou à prisão os principais nomes da cúpula do PT. O comentário de Barbosa foi feito logo após criticar a imprensa brasileira e recomendar aos seus seguidores assistirem a entrevista de Glenn Greenwald à emissora de TV americana CNN e também lerem a matéria da revista britânica The Economist listando as justificativas dos deputados em seus votos pelo impeachment.

Nos votos, a maioria dos parlamentares favoráveis ao afastamento da petista não fizeram nenhum comentário ou posicionamento sobre as pedaladas fiscais – manobras contábeis que embasam o pedido de impeachment – e utilizaram como justificativa seus próprios familiares, “Deus”, “cristianismo”, o fim da corrupção, dentre outros motivos que surpreenderam até jornais internacionais.

“Anotem: teremos outras razões para sentir vergonha de nós mesmos em toda essa história”, seguiu Barbosa, que em nenhum momento se manifestou se era favorável ou contra o afastamento da presidente. No último domingo, 17, a Câmara dos Deputados aprovou, com 367 votos favoráveis, mais do que os 342 necessários, a continuidade do processo de impedimento de Dilma Rousseff, que agora está sob análise no Senado. Se for aceito também no Senado, a presidente será afastada por 180 dias para ser julgada pelo Congresso e, neste período, o vice-presidente Michel Temer assume a Presidência.

Se ao final do processo o Congresso decidir pelo afastamento da petista, o vice segue como presidente até o final do mandato, em 2018.

Deputado estadual soldado Prisco quer saber porque processo do caso Wesley segue em segredo de Justiça

"Se o princípio da publicidade deve reger as ações do Estado, porque em um caso tão sério como este, do soldado Wesley, ainda corre em segredo de...

Dupla é presa após assalto em salão de beleza no município de Valente

Em uma ação rápida, policiais da 15ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Serrinha) e das Delegacias Territoriais de Valente e de Retirolândia prenderam uma dupla de...

Gêmeos prende dois assaltantes de ônibus e recupera 11 celulares

Dois assaltantes de ônibus foram capturados, logo após o crime, na tarde deste sábado (12), por equipes da Operação Gêmeos da Polícia Militar. Onze celulares das vítimas...

Vigilância Sanitária aplica multa de R$ 10 mil em festa clandestina em Caetité

Na madrugada deste sábado (12), agentes fiscalizadores da Vigilância Sanitária de Caetité (VISA) receberam a denúncia de que uma festa de aniversário acontecia na comunidade de Cachoeirinha,...