Governo do Estado da Bahia

Semop emite mais de 600 licenças a ambulantes para festa de Iemanjá

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) emitiu nesta segunda-feira (30) 602 licenças a ambulantes para a Festa de Iemanjá, que acontece na próxima quinta-feira (2). Deste total, foram 500 licenças para Isopor, 32 para barracas tradicionais, 28 para carrinhos de lanches e pipocas e 42 para baianas de acarajé. Para agilizar o atendimento aos trabalhadores, a Semop colocou toda a equipe nesta operação. A pasta instalou toldos, sanitários químicos e disponibilizou cadeiras na parte interna do órgão, para melhor acomodar os interessados em tirar a licença.

O titular da Semop, Luciano Ribeiro, afirmou que houve um número de solicitações de ambulantes por licenciamento para a festa de Iemanjá acima do esperado e ressaltou que a Prefeitura de Salvador está aprimorando o sistema para minorar as dificuldades para os interessados. O gestor reforçou ainda que o credenciamento para o Carnaval será feito inteiramente pela internet.

“Estamos saindo de um longo período sem festas e a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) fez a sua programação como vinha fazendo nos últimos anos. A gente tem uma limitação no número de credenciados em razão de vários fatores, sendo um pedido inclusive da segurança pública. Esse número é estudado para que as pessoas tenham o direito de ir e vir com conforto. Nós acreditamos que houve um número elevado, acima do esperado, de pessoas solicitando o credenciamento e que isso tenha gerado essa situação que não é desejada por ninguém”, afirmou.

Luciano Ribeiro se solidarizou com os ambulantes e lembrou que os imprevistos já levaram a providências da secretaria. “Sabemos da situação e entendemos que essas pessoas precisam trabalhar. São famílias inteiras que estão lá. Isso nos fez criar um grupo de trabalho para buscarmos soluções e evitar que isso ocorra nas próximas festas. Esse grupo será ampliado com outros órgãos, tanto da Prefeitura como de fora, para buscarmos ideias e sugestões. Essa semana, por exemplo, ouvimos vários representantes de ambulantes”, afirmou.

Sobre o Carnaval, o gestor reafirmou que o credenciamento não será presencial. “A gente está melhorando o sistema da prefeitura para fazer o credenciamento inteiramente online. Será possível acessar o sistema inclusive pelo celular e a gente acredita que não teremos problemas de acesso”, disse.

“Com esse credenciamento pela internet a gente terá uma gama de informações sobre os vendedores ambulantes e poderemos manter um canal de diálogo permanente com eles, inclusive no sentido de fazer pesquisas. Queremos ouvi-los e assim construir uma solução conjunta, que seja confortável para eles e que seja possível na organização dessa grande festa que é o Carnaval”, completou.

Prefeitura Luis Eduardo Magalhães
Prefeitura Porto Seguro

PF investiga suspeita de fraudes em processo licitatório firmado durante a pandemia da Covid-19

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 27/2, em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU), a Operação NaCio, com...