Cesar Cielo está fora das Olimpíadas no Rio 2016

O que todos temiam aconteceu. Na tarde desta quarta-feira, o brasileiro Cesar Cielo entrou na piscina para confirmar sua vaga nas Olimpíadas do Rio mas ficou fora. Com o tempo de 21s91, na prova dos 50m livre, ele perdeu a vaga para Bruno Fratus e Ítalo Manzine.

O maior nome da natação brasileira nos últimos tempos ficará de fora de sua primeira Olimpíada na carreira. Ele, que participou e conquistou uma medalha de ouro em Pequim, também estava em Londres em 2012.

Quem herdou a vaga de Cesar Cielo foi Ítalo, segundo colocado na prova. Com o tempo de 21s82, ele superou o índice conquistado pelo nadador nas eliminatórias na parte da manhã e carimbou seu passaporte para o Rio de Janeiro. Bruno Fratus, que marcou o tempo de 21s74, e venceu a prova, já havia conseguido um tempo melhor no Brasil Open, realizado em dezembro do ano passado, em Palhoça (SC).

Após a prova, Cielo, que terminou em terceiro, lamentou muito estar fora da competição, que começará em agosto. Visivelmente emocionado, o nadador chegou a chorar pedindo desculpas a todos que acreditavam nele.

“Acho que sim, mas, infelizmente, não aconteceu. O Brasil está indo com os dois melhores, boa sorte para eles. Vou torcer o máximo que eu puder”, disse ao Sportv.

“Eles (pais) são a razão de eu chegar aonde eu cheguei, um ouro olímpico, um recorde mundial… Desculpa, pai, desculpa, mãe… Dessa vez não deu [chora]”.

Cielo ainda lamentou toda a preparação em vão. Ele se mudou com a família para os Estados Unidos para treinar e conseguir melhores resultados.

“Com certeza. Eu mudei toda minha vida, levei minha família para os Estados Unidos. Todo o processo da luz ter caído hoje atrapalhou, mas não é desculpa. O Brasil está bem representado”

“Olha, gente, eu vou pedir desculpas para vocês. Realmente fiquei muito aquém do que eu sei fazer. Tive um ano difícil ano passado e não nadei bem hoje. Bola pra frente, que o Brasil vai bem”.

cielo nadando

O campeão olímpico em Pequim, 2008, vinha pressionado para o Troféu Maria Lenk. Afinal, não tinha conseguido garantir a vaga em nenhuma das outras seletivas corridas. O fato de não nadar na casa dos 21s há um ano também o cercava de desconfianças.

Mesmo eliminado na prova que é sua especialidade – 50m livre – Cesar Cielo ainda tem uma chance remota de estar na Olimpíada.

A única possibilidade seria a lesão de algum nadador brasileiro que se classificou para a prova do revezamento 4X100. São seis atletas que vão para a prova. Quatro para competir e dois suplentes. Como fez o sétimo tempo nos 100m livre, depenseria de um convite por parte da confederação.


Fonte: ESPN

Últimas Noticias