Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador
Informe Baiano
Exemplo de imagem responsivaGoverno do Estado da Bahia

“Querem votar os precatórios dos professores na calada da noite”, denuncia líder da oposição na AL-BA

O deputado estadual Alan Sanches (União Brasil), líder da bancada da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), classificou como absurda a manobra do governo do Estado para tentar aprovar o projeto de lei que trata dos precatórios do Fundef em uma sessão extraordinária marcada para a noite dessa quinta-feira (24). A convocação foi publicada no Diário Oficial desta quarta (23).

“Querem votar os precatórios dos professores na calada da noite, mas nós da oposição não compactuamos com isso. Uma votação dessa magnitude que afeta a vida de milhares de pessoas não pode acontecer dessa forma, sem discussão, sem transparência, com o governo querendo passar o rolo compressor sobre o direito dos trabalhadores da educação”, afirma Alan Sanches, ao reiterar não formalizou nenhum acordo para a realização da sessão.

“Não fizemos nem faremos acordo. O dinheiro dos precatórios pertence aos professores com direito a juros e correção. O governo do PT só tem discurso, porque na hora de favorecer a categoria ele vira as costas. Não compactuamos com isso”, reitera o líder da oposição.

Além dos precatórios, a bancada do governo articula aprovar um empréstimo de R$ 400 milhões que o governador Jerônimo Rodrigues (PT) quer contrair na Caixa Econômica Federal.

“Mais uma vez, o governo quer votar às pressas a autorização de um empréstimo milionário que nem mesmo os governistas sabem onde será aplicado. Não houve discussão, nem informação detalhada do governo sobre a destinação dos recursos. É um verdadeiro cheque em branco. A oposição está denunciando e não compactua com isso”, completa Alan Sanches.

Fundação Jose Silveira
Prefeitura Municipal de Savaldor

Bolo de banana sem açúcar; a receita ideal para quem não quer engordar

Açúcar? Nada disso. É possível fazer bolos sem usar este ingrediente. Não acredita? Basta seguir a receita do 'website'...