Governo do Estado da Bahia

Secult lança Edital de Mobilidade Cultural para propostas de formação, cooperação e residência artística

Promover o diálogo intercultural, a cooperação, a co-produção, o intercâmbio e a colaboração entre artistas baianos e artistas de outros estados e países, além de promover a inserção da Bahia no circuito nacional e internacional das artes e da cultura. Estes são os objetivos do edital do Programa de Mobilidade Cultural da Bahia, da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult), que receberá apresentação de propostas de 24 de agosto de 2023 a 23 de agosto de 2024. Mais informações aqui.

A novidade deste ano é que o investimento total do edital dobrou em comparação aos anos anteriores, passando de R$ 1,5 milhão para R$ 3 milhões e proponentes terão prazo de um ano para apresentarem propostas. Além disso, outra novidade são os indutores com critérios diferenciados de pontuação (0 a 5 pontos) se autodeclaradas pelos titulares da proponência ou na ficha técnica raça preta ou parda; etnia indígena, mulher; povos e comunidades tradicionais; pessoa LGBTQIAPN+; pessoa com deficiência; territórios de identidade. Os indutores com critérios diferenciados de pontuação é uma forma de estímulo à participação e protagonismo de agentes culturais e equipes, compostas por pessoas e grupos minorizados socialmente, como mulheres, pessoas negras, pessoas indígenas, comunidades tradicionais, pessoas LGBTQIAP+, pessoa com deficiência.

O edital de Mobilidade Cultural selecionará iniciativas de mobilidade cultural nos valores de até R$ 30 mil para as modalidades Formação Artística e Cultural (adulto e infanto-juvenil) e Residência Artística e Cultural, e de até R$ 60 mil para as modalidades Intercâmbio e Cooperação Cultural e Circulação, Difusão e Promoção. Para todas as modalidades, o proponente precisa apresentar carta de aceitação, convite e/ou matrícula efetuada como forma de comprovação.

“Vamos promover a cultura baiana pelo Brasil e pelo mundo. O Edital de mobilidade vai oportunizar que fazedoras e fazedores de cultura da Bahia mostrem a importante produção de arte e cultura que tem sido feita por aqui”, disse o Secretário de Cultura da Bahia, Bruno Monteiro. “A ideia é cumprir nosso papel de fomentador e abrir espaço para que a cultura baiana ultrapasse as fronteiras do nosso estado”.

As propostas inscritas precisam respeitar os períodos de execução determinados pelo edital. O início da execução deve estar previsto para 130 dias após a apresentação da proposta e a data máxima de início da atividade é 28 de dezembro de 2024. No caso de propostas com data de início da execução até 30 de abril de 2024, estas deverão ser apresentadas até o dia 20 de setembro de 2023.

Sobre as modalidades

A modalidade Formação Artística e Cultural possibilita o aprimoramento através da participação em cursos, oficinas ou estágios, fora do estado ou do país, e em instituições de referência. Na categoria voltada ao público infantojuvenil, podem participar crianças e jovens de 10 a 17 anos. O valor limite das propostas é de R$ 30 mil.

Já a modalidade Residência Artística e Cultural possibilita a participação integral do profissional em um projeto específico que esteja em fase de pesquisa, concepção, produção ou finalização, com permanência fora do estado ou país por um período mínimo de seis semanas. O valor limite de apoio por proposta também é de R$ 30 mil.

Para os profissionais que buscam aprimoramento através da participação em eventos, projetos e atividades culturais fora do estado ou país (com exceção de feiras promocionais e de negócios), promovidos por entidades de reconhecido mérito, tem a modalidade Intercâmbio e Cooperação Cultural, que apoia propostas de até R$ 60 mil.

E tem também uma modalidade voltada para a distribuição de produções artísticas e culturais fora do estado ou país, bem como promoção nacional e internacional de produtos, bens e serviços culturais da Bahia. A modalidade Circulação, Difusão e Promoção também apoia propostas de até R$ 60 mil.

O Programa de Mobilidade Cultural da Bahia visa contribuir para o desenvolvimento de talentos, inclusive infanto-juvenis; estimular o desenvolvimento de carreiras; promover a produção cultural da Bahia, através de conteúdos de artistas e atividades de estudantes e profissionais da cultura; incentivar a formação de novos públicos; e promover o acesso dos profissionais baianos a novas e variadas tecnologias e expressões artístico-culturais de todo o mundo. Dúvidas e mais informações pelo e-mail atendimento@cultura.ba.gov.br ou pelo telefone 71 3103-3489.

Prefeitura Luis Eduardo Magalhães
Prefeitura Porto Seguro

Semob prossegue com fiscalização do transporte escolar clandestino em Salvador

A Secretaria de Mobilidade (Semob) prossegue com a operação especial de combate ao transporte escolar clandestino em Salvador. A...