Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador
Informe Baiano
Exemplo de imagem responsiva Assembleia Legislativa da Bahia

PF identifica 33 mil monitoramentos ilegais da Abin durante Governo Bolsonaro

Na manhã de sexta-feira, 20 de outubro, a Polícia Federal (PF) anunciou a identificação de 33 mil monitoramentos ilegais realizados pelo sistema FirstMile, utilizado pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Os servidores envolvidos no uso irregular dessa ferramenta foram detidos como parte de uma operação da PF.

De acordo com informações apuradas, cerca de 1.800 acessos desse programa foram direcionados para a espionagem de uma ampla gama de indivíduos, incluindo políticos, jornalistas, advogados, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e opositores do governo anterior. O jornal O Globo trouxe à tona esses dados, destacando que a lista de alvos até incluiu um homônimo do ministro do STF Alexandre de Moraes, o que reforçou as suspeitas de que o ministro tenha sido vítima desse esquema ilegal.

A fim de não deixar rastros, os servidores envolvidos nessa operação apagaram a grande maioria dos registros dos computadores, conforme informou a TV Globo.

O sistema FirstMile tem a capacidade de rastrear indivíduos com base na localização de dispositivos que utilizam as redes 2G, 3G e 4G. Para localizar um alvo, bastava digitar o número de contato telefônico no programa e acompanhar no mapa a última posição registrada. Esse software foi desenvolvido pela empresa israelense Cognyte (anteriormente conhecida como Verint) e se baseia em torres de telecomunicações instaladas em várias regiões para captar os dados de dispositivos móveis, retornando o histórico de movimentações do proprietário do celular.

Segundo as investigações da PF, o grupo sob suspeita teria utilizado um “software intrusivo na infraestrutura crítica de telefonia brasileira” para rastrear celulares de forma “reiterada”. Esses crimes teriam ocorrido durante o governo do ex-presidente Bolsonaro, período em que a Abin estava sob o comando de Alexandre Ramagem, que atualmente é deputado federal pelo PL do Rio de Janeiro.

Em resposta às operações da PF, a Abin afirmou que a Corregedoria-Geral da agência havia conduzido uma Correição Extraordinária, uma investigação interna, para verificar a regularidade do uso do sistema de geolocalização adquirido em dezembro de 2018. Com base nos resultados dessa investigação, uma sindicância foi instaurada em 21 de março. A Abin alega que a ferramenta deixou de ser utilizada em maio de 2021.

A agência também destacou que tem cooperado integralmente com as autoridades desde o início das investigações, incluindo a Polícia Federal e o Supremo Tribunal Federal, cumprindo todas as decisões judiciais. Além disso, os servidores investigados foram afastados cautelarmente.

Vereador supostamente embriagado invade hospital em Entre Rios e agride funcionários

Um vereador da cidade de Entre Rios, no litoral norte baiano, foi preso pela Policial Militar, neste sábado (25/05). Conforme a fonte do Informe...

DOIS JOGAÇOS: Finalistas da Copa do Nordeste serão conhecidos neste domingo

Neste domingo (26/05), a final da Copa do Nordeste 2024 será definida. As duas semifinais começam às 18h e prometem muita emoção para o...
Fundação Jose Silveira

Vereador supostamente embriagado invade hospital em Entre Rios e agride funcionários

Um vereador da cidade de Entre Rios, no litoral norte baiano, foi preso pela Policial Militar, neste sábado (25/05)....
Fundação Jose Silveira

Vereador supostamente embriagado invade hospital em Entre Rios e agride funcionários

Um vereador da cidade de Entre Rios, no litoral norte baiano, foi preso pela Policial Militar, neste sábado (25/05)....

DOIS JOGAÇOS: Finalistas da Copa do Nordeste serão conhecidos neste domingo

Neste domingo (26/05), a final da Copa do Nordeste 2024 será definida. As duas semifinais começam às 18h e...

Copa América: Brasil é recordista na arbitragem

A arbitragem brasileira é recordista na Copa América. A Conmebol anunciou a lista de árbitros que vão trabalhar na...

Milton Neves posta foto fake de Jojo Todynho nua e influenciadora anuncia medidas jurídicas

O perfil oficial de Milton Neves no Twitter publicou, nesta sexta-feira (24/05), uma foto fake de Jojo Todynho nua....