OUÇA! Senador do PMDB denuncia esquema de Temer e Cunha com a FIESP

Recém-filiado ao PMDB, o senador Hélio José (DF) conseguiu, numa entrevista a blogueiros de Brasília, desagradar de uma vez só a cúpula do PMDB, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e o vice-presidente da República, Michel Temer. O áudio da entrevista circulou ontem entre peemedebistas ontem, com grande repercussão. O suplente de Rollemberg que já foi do PT, PSD, PMB e agora está no PMDB elogiou o ex-presidente Lula, disse que o partido de Michel Temer não tem posição ainda pelo impeachment no Senado e considerou injusta a votação de domingo na Câmara dos Deputados. “Cuspiram no prato que comeram, feito Judas”, disse Hélio José.

“Temer e os bandidos do Cunha”

Na entrevista, Hélio José (PMDB-DF) ataca até mesmo um possível governo do líder de seu partido, Michel Temer. “Nenhuma das soluções vai salvar o Brasil”, afirmou. De quebra, criticou acordo do vice-presidente da República com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha: “Se o Temer assumir, mas o problema é que vai assumir é o compromisso que ele teve de assinar com os bandidos do Cunha e com o grande empresariado”. Hélio José afirmou ainda acreditar que o governo petista vai deixar saudades: “Acho que vão chorar lágrimas de sangue para que o PT volte daqui a dois anos. Vão ver a desgraceira que vai acontecer nesse país com arrocho, onde servidor público vai ser tratado na pinhola, onde o servidor público vai perder os seus direitos”.

Ouça o áudio:

Últimas Noticias

População do Subúrbio ganha novo complexo esportivo

O bairro de Paripe, no Subúrbio Ferroviário, é palco de um novo espaço de incentivo ao esporte e lazer...