Prefeitura Municipal de Savaldor

DETRAN envia nota ao IB e não explica blitz com ‘carro fantasma’ em Candeias ; confira

O DETRAN enviou nota ao Informe Baiano na manhã desta quinta-feira (16/11) e confirmou a realização de uma blitz ontem na cidade de Candeias. O órgão de trânsito enviou um comunicado genérico sobre a sua função diária, mas não explica o motivo de um veículo descaracterizado e com placa escondida está multando motoristas com um agente sem farda.

250F16D0 FE85 4056 9D98 6D688F15E77A
Foto: Jornal Candeias

O Jornal Candeias, parceiro do Informe Baiano, descobriu que o “carro fantasma” pertence a uma empresa de guincho e reboque. Também ostenta diversas multas de trânsito, uma delas por invadir o pedágio. Além disso, o carro autuava os motoristas estacionado em uma faixa amarela, o que também é proibido.

A publicação inicial do veículo da região metropolitana de Salvador sobre a existência do radar oculto resultou em diversas denúncias adicionais. Uma delas destaca a propriedade do veículo por parte da empresa S C Nunes, que é sediada em Feira de Santana e presta serviço de guincho e reboque.

O DETRAN limitou-se a dizer que as blitzes são realizadas para retirar de circulação os veículos sem condições de tráfego, condutores sem documentação, em utilização de bebidas alcóolicas ou substâncias psicoativas, com o objetivo de preservação de vidas, acontecem em diversos pontos do estado da Bahia em parceria com a Polícia Militar, Polícia Rodoviária Estadual e Polícia Rodoviária Federal, como forma de contribuição também com a segurança pública.

Também afirma que a ferramenta OCR, dispositivo inteligente que, em tempo real, faz a leitura das placas e o cruzamento dos dados com os da SSP, dispara o alerta para que os agentes da blitz, procedam com a averiguação dos veículos com suspeita de roubo, por exemplo, ou com indicativo de clonagem, licenciamentos atrasados, entre outras irregularidades.

“Eventuais multas, quando necessárias, são aplicadas pelos agentes de trânsito designados para a função e não por funcionários de pátios credenciados ao Detran-Ba. O Detran não realiza vídeo monitoramento de vias e estradas”, afirma o órgão.

“O Departamento coordenou a Operação no município de Candeias, realizada seguindo regulamentação estabelecida pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito) e Senatran (Secretaria Nacional de Trânsito)”, finaliza o órgão sem explicar as denúncias expostas na reportagem.

ESCÂNDALO! Radar escondido e vínculos suspeitos entre Detran e empresa de guincho na RMS

Fundação Jose Silveira
Prefeitura Porto Seguro

MP requer suspensão do alvará de funcionamento de cemitério em Serrinha em razão de danos ambientais

O Ministério Público estadual ajuizou ação civil pública contra o Município de Serrinha e o cemitério Paraíso Celestial requerendo,...