Prefeitura Municipal de Savaldor

Policial que investigava milícias é vítima de emboscada e acaba morta

A policial militar Vaneza Lobão, 31 anos, foi assassinada na noite de sexta-feira (24/11), no Rio de Janeiro, em uma área de atuação de milicianos. O caso aconteceu na Rua Passo da Pátria, em Santa Cruz, bairro da zona oeste. Ela investigava milícias.

A Polícia Militar do Estado (PMERJ) disse que a mulher foi vítima de uma emboscada na entrada de onde residia, quando estava dentro do carro. Os autores dos disparos teriam fugido após o crime. 

A corporação emitiu uma nota de pesar, em que repudia “veementemente” o que chamou de uma “morte bárbara”. Também postou pedidos em redes sociais por informações sobre o caso, com recompensa de até R$ 5 mil pelo Disque-Denúncia. A policial estava na corporação há 10 anos.

Santa Cruz é um dos bairros do Rio de Janeiro com atuação de milicianos e histórico recente de conflitos. Em outubro, a morte de um líder de milícia local esteve entre os motivos apontados para ao menos 35 ataques com incêndios a ônibus e um trem. Em 2018, um confronto entre integrantes de milícias e traficantes deixou feridos na zona oeste carioca.

Nas redes sociais, a nutricionista Andreza Lobão disse que sua irmã foi vítima de uma covardia. “O meu coração sangra”, lamentou. “A sua lealdade com os seus jamais será esquecida”, postou.

Prefeitura Luis Eduardo Magalhães
Prefeitura Municipal de Savaldor

Em Ubatã, PRF recupera uma motocicleta roubada há quase 40 anos

Na última segunda-feira (26), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou uma motocicleta roubada há quase 40 anos. O incidente...