Prefeitura Municipal de Savaldor

Bahia se torna pioneira no combate à violência de gênero em eventos esportivos

A partida Bahia x São Paulo, na noite desta quarta-feira (29), pela 36a rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol, recebeu uma importante ação para o enfrentamento à violência contra as mulheres. A iniciativa, realizada pela Polícia Civil (PC-BA), através do Departamento de Proteção à Mulher, Cidadania e Pessoas Vulneráveis (DPM), faz parte da Campanha de 21 Dias de Ativismo pelo fim da violência contra o público feminino nos eventos estádios. Para a diretora do DPM, delegada Patrícia Oliveira, a intenção é permitir que elas frequentem estes espaços sem medo. “Uma das nossas ações é justamente dentro dos estádios, onde temos o maior público masculino. E nada melhor do que a gente estar junto com os clubes de futebol nessa luta para transformarmos a cultura que normaliza a violência contra a mulher e tornar o estádio um lugar seguro para as mulheres”.

Após a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica entre os Ministérios das Mulheres e dos Esportes, no último dia 17, a Bahia se torna um dos primeiros estados a executar a ação voltada ao tema. O objetivo é eliminar a violência de gênero e enfrentar a misoginia nos eventos esportivos, com foco principal nos jogos de futebol em âmbito nacional. A administradora Fabiana Souza é torcedora tricolor e comemora: “É uma campanha muito interessante. Acho que vale super a pena, para que as mulheres possam vir para o estádio de futebol, principalmente, para torcer para o seu time de coração e dar um show de torcida”.

Os telões da Fonte Nova exibiram, antes da partida e no intervalo, um vídeo da campanha, com policiais femininas e jogadores do Bahia, levando uma mensagem de união de forças pelo respeito às mulheres nos estádios e nos demais ambientes esportivos. Titulares das Delegacias Especiais de Atendimento à Mulher (Deams) e do DPM orientaram o público sobre a necessidade da união de toda a sociedade para o combate a este tipo de crime. Foi montado um posto para o recebimento de casos que possam ocorrer no local. “A Polícia Civil vem com toda a sua equipe, com todo o arcabouço pronto para receber essa mulher, acolher em qualquer situação dentro dos estádios”, completou a delegada Patrícia.

As negociações estão em andamento para estender essa ações para o interior do estado na temporada 2024. A população pode colaborar ligando para o telefone 181, Disque Denúncia, da Secretaria da Segurança Pública (SSPBA). Não é necessário se identificar.

Fundação Jose Silveira
Prefeitura Municipal de Savaldor

Lenine e Chico César se apresentam em festival gratuito no Santo Antônio Além do Carmo

Nos próximos dias 22 e 23 de março, a cidade de Salvador recebe o Festival Vermelho,com uma extensa programação...